Português / English

mala voadora

White Rabbit, Red Rabbit . julho

White Rabbit, Red Rabbit . julho 2018

10 de julho às 22:00 . mala voadora . White Rabbit, Red Rabbit com Tiago Rodrigues

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
your best guess

your best guess 2018

5 - 16 de junho . espetáculo your best guess da mala voadora + Chris Thorpe . em tour pelo Reino Unido (The Jericho, Nuffield Southampton Theatres, South Street - Reading, Brewery Arts Centre - Kendal, Midlands Arts Centre - Birmingham, HOME - Manchester, Unity Theatre - Liverpool, ARC Stockton, The Albany - London)

Ver mais
Aulas de Autor #2 . Luis Miguel Lus Arana

Aulas de Autor #2 . Luis Miguel Lus Arana 2018

A mala voadora acolhe a segunda de um ciclo de conferências a 4 de junho às 19:00.

Entrada livre . Lotação limitada

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . residência em Pergine

A Manual on Work and Happiness . residência em Pergine 2018

de 11 de junho a 6 de julho . residência em Pergine, Itália

Um grupo de pessoas, seguindo um manual de instruções, faz um espetáculo. Fazer um espetáculo, por mais divertido que ele seja, dá trabalho. Para se entreterem a si próprias e ao público, elas contam histórias. Especulam sobre o que poderá ser o trabalho no futuro: quem o fará, como o fará, para quem... E é assim, entre trabalhar e falar de trabalho, que se procurará a felicidade.

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit . junho

White Rabbit, Red Rabbit . junho 2018

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit . maio

White Rabbit, Red Rabbit . maio 2018

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
Y Por Que John Cage? de Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol . Festival DDD

Y Por Que John Cage? de Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol . Festival DDD 2018

12 e 13 de maio . Y Por Que John Cage? de Jorge Dutor e Guillem Mont de Palol . mala voadora . integrado na programação do Festival DDD - Dias da Dança

"Y por que John Cage? é um estudo dramático sobre o som e o significado de um determinado discurso. O poder do som das palavras; o som enquanto estrutura, enquanto dinâmica em movimento."

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Alcobaça

A Manual on Work and Happiness . Alcobaça 2018

11 e 12 de maio . Cine-Teatro de Alcobaça

Um grupo de pessoas, seguindo um manual de instruções, faz um espetáculo. Fazer um espetáculo, por mais divertido que ele seja, dá trabalho. Para se entreterem a si próprias e ao público, elas contam histórias. Especulam sobre o que poderá ser o trabalho no futuro: quem o fará, como o fará, para quem... E é assim, entre trabalhar e falar de trabalho, que se procurará a felicidade.

Ver mais
The Lonely Tasks, de Mara Andrade . Festival DDD

The Lonely Tasks, de Mara Andrade . Festival DDD 2018

28 e 29 de abril + 5 e 6 de maio . The Lonely Tasks de Mara Andrade . mala voadora . integrado na programação do Festival DDD - Dias da Dança

"The Lonely Tasks é uma série de estudos onde pretendo explorar e documentar a utilidade performativa do meu corpo. Proponho-me tarefas simples, já por mim apreendidas, inseridas num ambiente asséptico, para que o meu corpo reaja e se exiba por si mesmo: o jantar, a limpeza, os cuidados da pele, o tricô, a  actividade física, etc."

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2018

26 de abril . 19:00 . espetáculo Moçambique da mala voadora . Teatro Municipal do Porto - Rivoli, no âmbito do IETM Porto Plenary Meeting

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Estreia

A Manual on Work and Happiness . Estreia 2018

16, 17 e 18 de março . Teatro Apólo . Patras, Grécia

Um grupo de pessoas, seguindo um manual de instruções, faz um espetáculo. Fazer um espetáculo, por mais divertido que ele seja, dá trabalho. Para se entreterem a si próprias e ao público, elas contam histórias. Especulam sobre o que poderá ser o trabalho no futuro: quem o fará, como o fará, para quem... E é assim, entre trabalhar e falar de trabalho, que se procurará a felicidade.

Ver mais
your best guess

your best guess 2018

4 + 5 de maio . espetáculo your best guess da mala voadora + Chris Thorpe . Festival Here&Now, Manheim

Your Best Guess é um dos espetáculos a serem apresentados no Edinburgh Fringe Festival, no âmbito do programa Cameo Live, com curadoria de Deborah Pearson, co-diretora do Forest Fringe. A mala voadora e Chris Thorpe voltam a reunir-se após as apresentações em Portugal em 2015 e 2016 para a estreia do espetáculo no Reino Unido. 

 

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Montijo

A Manual on Work and Happiness . Montijo 2018

13 e 14 de abril . Cinema-Teatro Joaquim D'Almeida . Montijo

Um grupo de pessoas, seguindo um manual de instruções, faz um espetáculo. Fazer um espetáculo, por mais divertido que ele seja, dá trabalho. Para se entreterem a si próprias e ao público, elas contam histórias. Especulam sobre o que poderá ser o trabalho no futuro: quem o fará, como o fará, para quem... E é assim, entre trabalhar e falar de trabalho, que se procurará a felicidade.

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit . abril

White Rabbit, Red Rabbit . abril 2018

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
Recurso

Recurso 2018

24 de março . abertura do Recurso - curso de teoria e criação teatral . mala voadora

Recurso é um projeto da Estrutura em parceria com a mala voadora e José Maria Vieira Mendes, centrado na formação na área do teatro. Este projeto é composto por um curso de teoria e criação teatral e por um projeto de investigação desenvolvido por um núcleo de formadores. 

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit . março

White Rabbit, Red Rabbit . março 2018

10 de março . 22:00 . mala voadora

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
Festival DDD - Dias da Dança . Lançamento

Festival DDD - Dias da Dança . Lançamento 2018

22 de março . lançamento da programação do Festival DDD . mala voadora

 

A terceira edição do Festival DDD – Dias da Dança será lançada publicamente na quinta dia 22 de março às 19:00, na rua do Almada, com coração no espaço da mala voadora.

 

 

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2018

UMA FAMÍLIA INGLESA 2018

UMA FAMÍLIA INGLESA regressa à mala voadora em 2018. UMA FAMÍLIA INGLESA é um programa anual, que chega este ano à sua quarta edição e que tem fim anunciado para 2020. Em 2018, entre os dias 15 e 18 de fevereiro, o programa apresenta: I Could Go On Singing (Over the Rainbow) de FK Alexander, Story #1 de Greg Wohead e Rachel Mars e History, History, History de Deborah Pearson. 

Ver mais
Uma Família Inglesa 2018 . I Could Go On Singing (Over the Rainbow)

Uma Família Inglesa 2018 . I Could Go On Singing (Over the Rainbow) 2018

15 de fevereiro . 22:00 . mala voadora

FK canta ao vivo, acompanhada pela banda de música noise Okishima Island Tourist Association e pela última gravação conhecida de Somewhere Over the Rainbow na voz de Judy Garland, no seu último concerto a 25 de março de 1969, em Copenhaga, pouco antes da sua morte a 22 de junho do mesmo ano, com 47 anos por overdose.

Ver mais
Uma Família Inglesa 2018 . History, History, History

Uma Família Inglesa 2018 . History, History, History 2018

17 de fevereiro . 22:00 + 18 de fevereiro . 22:00 . mala voadora

23 de outubro de 1956: começa uma revolução na Hungria. Os húngaros combatem as tropas soviéticas nas ruas, a partir de suas casas e a partir do Corvin Cinema, a sede da revolução. Deborah Pearson “traduz” livremente o filme que estava previsto estrear nesse dia, nesse cinema.

 

Ver mais
Uma Família Inglesa 2018 . residências

Uma Família Inglesa 2018 . residências 2018

de 19 de fevereiro a 2 de março . Xavier de Sousa

 

Ver mais
Aulas de Autor #1 . Jimenez Lai

Aulas de Autor #1 . Jimenez Lai 2018

A mala voadora acolhe a primeira de um ciclo de conferências a 19 de fevereiro às 21:30.

Entrada livre . Lotação limitada

Ver mais
Uma Família Inglesa 2018 . Story #1

Uma Família Inglesa 2018 . Story #1 2018

16 de fevereiro . 22:00 + 17 de fevereiro . 18:00 . mala voadora

Story #1 é uma consideração reflexiva sobre a forma e o motivo por que construímos narrativas. Nesta primeira colaboração entre ambos, Greg Wohead e Rachel Mars estão interessados em explorar de que maneira pode o perigo atravessar a narrativa e cruzar-se com a ‘realidade’. Em televisão acontece tudo atrás de um ecrã. Em performance reconhecemos à partida que estamos todos juntos numa mesma sala e a ‘realidade’ - as fronteiras desse contrato, em tempo real e em constante mutação - apresenta perigos que vão muito além do conteúdo.

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit . fevereiro

White Rabbit, Red Rabbit . fevereiro 2018

10 de fevereiro . 22:00 . mala voadora

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2018

8 + 9 fevereiro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Théâtre National du Luxembourg

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Amazónia

Amazónia 2018

26 JAN 21:30 + 27 JAN 19:00 . espetáculo Amazónia da mala voadora . Teatro Municipal do Porto - Rivoli

Um grupo de artistas de vanguarda vai para a Amazónia gravar uma telenovela ecológica. O planeta precisa, as pessoas interessam-se, é ético, é urgente, vai ter audiências. #artecomprometida Os artistas procuram financiamento e as personagens da novela também, porque também elas querem empreender: querem civilizar a Amazónia, seguir o caminho universal da civilização. Os artistas querem que a telenovela seja realista – que as ações das personagens sejam levadas a cabo com verdade – e nós também. O realismo é o futuro. “Even if it’s true that we really are screwed, let’s not spend the rest of our lives on this planet telling ourselves how screwed we are.”

Ver mais
ELAH - estudo para um colectivo de organismos

ELAH - estudo para um colectivo de organismos 2017

5 - 17 de dezembro . residência ELAH - estudo para um colectivo de organismos de THIS TAKES TIME . mala voadora

O colectivo internacional THIS TAKES TIME (Aleksandra Osowick, Filipe Pereira, Helena Martos, Inês Campos e Matthieu Ehrlacher) está em residência na mala voadora durante as duas primeiras semanas de dezembro com ELAH - estudo para um colectivo de organismos. ELAH começa pela vontade de partilhar com o público o lado que nunca é exposto durante a peça anterior do colectivo, HALE - estudo para um organismo artificial. 

Ver mais
A Manual on Work and Happiness

A Manual on Work and Happiness 2017 - 2018

É-se mais feliz a trabalhar ou a não trabalhar? Será o trabalho ou a preguiça a solução para sermos felizes? Qual é o futuro do trabalho face à robotização do mundo? O que podemos aprender com a maneira de trabalhar dos artistas e o que dizem eles sobre trabalho no seu trabalho? Estas são as perguntas fundamentais de A MANUAL ON WORK AND HAPPINESS. Como é de um manual que se trata, a mala voadora vai conceber um espetáculo que pode ser realizado em qualquer parte do mundo seguindo um guião de instruções e, tal como num manual, vamos explicitar todos os passos para se ser feliz a trabalhar.

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit . janeiro

White Rabbit, Red Rabbit . janeiro 2018

10 de janeiro . 22:00 . mala voadora

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Primeira Leitura Pública

A Manual on Work and Happiness . Primeira Leitura Pública 2017

No dia 9 de dezembro, pelas 21:00, vai ser apresentado pela primeira vez, no L'arboreto - Teatro Dimora di Mondaino (Itália), um excerto do texto que Pablo Gisbert escreveu para a mala voadora, durante uma residência conjunta no verão passado em L'arboreto. O evento reúne os parceiros internacionais do projeto e a comunidade de Mondaino, que participará na leitura encenada. 

Ver mais
White Rabbit, Red Rabbit

White Rabbit, Red Rabbit 2018

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

Ver mais
Quando nós, os mortos, despertarmos

Quando nós, os mortos, despertarmos 2017

23 - 25 novembro . espetáculo Quando nós, os mortos, despertarmos de Luís Mestre com os alunos do 2º ano do curso de teatro do Balleteatro Escola Profissional . mala voadora

Quando nós, os mortos, despertarmos, a última peça escrita pelo dramaturgo norueguês Henrik Ibsen, publicada em 1899 e encenada pela primeira vez no ano seguinte, retrata o indivíduo e a perda irremediável de si mesmo, a presença de um corpo ausente e ausência de um corpo presente e o sacrifício e a violência de uma vida pela arte. 

Ver mais
Kaspar: Palavra Soprada

Kaspar: Palavra Soprada 2017

18 + 19 novembro (18h; 19h; 21h; 22h) . espetáculo Kaspar: Palavra Soprada de Alexandre Pieroni Calado . mala voadora

O espetáculo de auto-teatro Kaspar: Palavra Soprada está no epicentro do projeto de cruzamentos disciplinares “Parole Soufflée” com direção artística de Alexandre Pieroni Calado. “Parole Soufflée” promove a visibilidade da função do Ponto de Teatro, ao mesmo tempo que a discute enquanto imagem da condição do sujeito na sua relação com a linguagem. Kaspar: Palavra Soprada, resultado do encontro de três interesses que têm ocupado Alexandre Pieroni Calado nos últimos anos: a pesquisa das relações entre artes cénicas e o audiovisual, a investigação sobre o tratamento contemporâneo de grandes textos para teatro em língua alemã e o problema da disseminação do conhecimento imaterial das artes da cena.

Ver mais
Happy Together 3

Happy Together 3 2017

4-11 novembro . programa Happy Together 3 . mala voadora + Teatro Rivoli + Galeria da Biodiversidade

Pelo terceiro ano consecutivo, a mala voadora associa-se ao Fórum do Futuro, duplamente: propondo oradores que integram o leque de conferencistas convidados - o ativista do ​Voluntary Human Extinction Movement​, Les U. Knight e o artista, tecnólogo e filósofo, ​Koert van Mensvoort ​- e organizando um call for art, “Happy Together“, que se debruça sobre o mesmo tema do Fórum. Os vencedores da edição deste ano foram Tiago Cadete, Guilherme Sousa e Pedro Azevedo, e Sónia Baptista, com Carolina
Campos,​ ​Júlia​ ​Rocha​ ​e​ ​Raquel​ ​Melgue. Antecipando a abertura do Fórum, a exposição das obras vencedoras do call for art inaugura no dia 4 de novembro às 21h30 na mala voadora e estará visitável durante todos os dias do Fórum, com entrada livre.

Ver mais
Recurso

Recurso 2018

março a outubro 2018 . projeto Recurso da Estrutura com mala voadora e José Maria Vieira Mendes . mala voadora

Recurso é um projeto da Estrutura em parceria com a mala voadora e José Maria Vieira Mendes, centrado na formação na área do teatro. Este projeto é composto por um curso de teoria e criação teatral e por um projeto de investigação desenvolvido por um núcleo de formadores. O curso irá desenrolar-se entre Março e Setembro 2018, na mala voadora e será composto por um conjunto de laboratórios teórico-práticos (Março a Julho) e pelo desenvolvimento de projetos coletivos (Agosto e Setembro), que culminarão numa apresentação pública em Setembro de 2018. O projeto é financiado pelo programa Criatório da Câmara Municipal do Porto.

Ver mais
Happy Together 3 .

Happy Together 3 . "Voluntary Human Extinction: Fresh Hope for Planet and People" 2017

10 novembro (19h) . conferência Voluntary Human Extinction: Fresh Hope for Planet and People com Les U. Knight/VHEMT - no âmbito do Fórum do Futuro . Galeria da Biodiversidade (Jardim Botânico)

Todas as sociedades humanas encorajam a procriação, aquilo a que chamamos de "ter filhos". Esta natalidade é o resultado natural da evolução. Ao longo da nossa existência, as sociedades que não incentivaram a procriação foram superadas por aquelas que o fizeram. Embora o crescimento contínuo de seres humanos se tenha tornado uma desvantagem, o nosso condicionamento cultural impede-nos de reconhecer esse facto. Fomos ensinados que criar outros seres humanos é sempre digno de celebração. O acasalamento, a procriação e a parentalidade fazem parte do nosso padrão de vida. Da mesma forma, a ideia de a nossa espécie deixar de existir no futuro é simplesmente impensável, embora pareçamos dispostos a aceitar a extinção de dezenas de milhares de outras espécies. A sua extinção é considerada uma consequência infeliz da nossa expansão nos seus habitats - todos nós temos que viver em algum lugar. Onde quer que vivamos, não há espaço para viverem muitos outros.

 

Ver mais
Happy Together 3 .

Happy Together 3 . "Next Nature: How Technology becomes Nature" 2017

11 novembro (19h) . conferência Next Nature: How Technology becomes Nature com Koert van Mensvoort . no âmbito do Fórum do Futuro . Teatro Rivoli

Pinturas interativas, guloseimas medicinais, carnes feitas em laboratório e o “dente Twitter” são apenas alguns dos produtos que podem chegar às prateleiras no futuro. Koert van Mensvoort projeta produtos especulativos para provocar o debate sobre as implicações das novas tecnologias nas nossas vidas. Sistemas selvagens, surpresas genéticas, máquinas autónomas e belas flores pretas: o nosso ambiente tecnológico tornou-se tão complexo, omnipresente e autónomo que se transforma, ele próprio, em natureza. No entanto, apesar do nosso relacionamento profundamente enraizado com a tecnologia, a maioria de nós ainda desconhece como as novas tecnologias são introduzidas, aceites ou descartadas na nossa sociedade. Koert Van Mensvoort mostrará como a tecnologia se transforma em natureza em sete etapas e o que podem os engenheiros, inventores, designers e empreendedores aprender com isso.

 

Ver mais
A Amazónia é o sítio mais triste do mundo

A Amazónia é o sítio mais triste do mundo 2017

4-11 novembro . vídeo-instalação A Amazónia é o sítio mais triste do mundo de Sónia Baptista (com Carolina Campos, Júlia Rocha e Raquel Melgue) . Happy Together 3/Fórum do Futuro . mala voadora

Uma narrativa poética sobre atrações e repulsões, muito sã e pouco sã, ou, não se sabe quanto, sã. A Amazónia é triste porque está a desaparecer, a Amazónia é triste porque não se pode ter, a Amazónia é triste porque se está a perder.

Ver mais
Amazónia não é uma ficção

Amazónia não é uma ficção 2017

4-11 Novembro . instalação Amazónia não é uma ficção de Tiago Cadete . Happy Together 3/Fórum do Futuro . mala voadora

Amazónia não é uma ficção é sobre a documentação de uma viagem de dez dias à Amazónia que Tiago Cadete fez com a intenção de tirar apenas uma fotografia representativa dessa viagem.

Ver mais
Horto - Uma forma que vem do toque

Horto - Uma forma que vem do toque 2017

4-11 novembro . instalação Horto - Uma forma que vem do toque de Guilherme de Sousa e Pedro Azevedo . Happy Together 3/Fórum do Futuro . mala voadora

Uma instalação que pretende desencadear uma relação entre dois diferentes grupos de pessoas, que parte da troca de afectos entre o Homem e a planta: conceito cientificamente designado por Thigmomorphogenesis (do grego thigmo “toque", morpho "forma", e genesis “origem”).

Ver mais
Battle of Ideas 2017 - Who and what are the Arts for?

Battle of Ideas 2017 - Who and what are the Arts for? 2017

2 novembro (21h30) . Battle of Ideas 2017 - Who and what are the Arts for? . Maus Hábitos, Porto

A mala voadora é parceira de divulgação da edição deste ano do Battle of Ideas a ter lugar no dia 2 de novembro, às 21h30, no Maus Hábitos, no Porto. A edição deste ano tem como mote - "Who and what are the Arts for?  - e contará com a presença de Vânia Rodrigues, Alexandra Balona, Vera Mota, Manick Govinda e Alistair Donald.

 

 

Ver mais
Amazónia

Amazónia 2017

24+25 NOV às 21:30 . espetáculo Amazónia da mala voadora . Theatro Circo (Braga)

Um grupo de artistas de vanguarda vai para a Amazónia gravar uma telenovela ecológica. O planeta precisa, as pessoas interessam-se, é ético, é urgente, vai ter audiências. #artecomprometida Os artistas procuram financiamento e as personagens da novela também, porque também elas querem empreender: querem civilizar a Amazónia, seguir o caminho universal da civilização. Os artistas querem que a telenovela seja realista – que as ações das personagens sejam levadas a cabo com verdade – e nós também. O realismo é o futuro. “Even if it’s true that we really are screwed, let’s not spend the rest of our lives on this planet telling ourselves how screwed we are.”

Ver mais
Amazónia

Amazónia 2017

9-11 + 15-19 NOV . QUI a SÁB às 21:00 // DOM às 17:30 . espetáculo Amazónia da mala voadora . São Luiz Teatro Municipal (Lisboa)

Um grupo de artistas de vanguarda vai para a Amazónia gravar uma telenovela ecológica. O planeta precisa, as pessoas interessam-se, é ético, é urgente, vai ter audiências. #artecomprometida Os artistas procuram financiamento e as personagens da novela também, porque também elas querem empreender: querem civilizar a Amazónia, seguir o caminho universal da civilização. Os artistas querem que a telenovela seja realista – que as ações das personagens sejam levadas a cabo com verdade – e nós também. O realismo é o futuro. “Even if it’s true that we really are screwed, let’s not spend the rest of our lives on this planet telling ourselves how screwed we are.”

Ver mais
Amazónia

Amazónia 2017

Amazónia é um projeto da mala voadora que, entre outras atividades de programação em torno da ecologia, dará origem a um espetáculo com estreia a 9 de Novembro no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, no âmbito da programação de Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura 2017. O plano é ir para a Amazónia gravar uma telenovela ecológica. O planeta precisa, as pessoas interessam-se, é ético, é urgente, vai ter audiências. Como não faria sentido tratar de um tema ecológico sem ser ecológico, a concretização deste espetáculo vai obedecer a princípios rigorosos de poupança de matéria-prima. 

Ver mais
Terás a promessa de voltar ao lugar de partida

Terás a promessa de voltar ao lugar de partida 2017

21 (22h) + 22 (18h) outubro . espetáculo Terás a promessa de voltar ao lugar de partida de Ricardo Vaz Trindade . mala voadora

Nada disto é novo: a sociedade de consumo esbateu os contornos da identidade, da cultura e da língua, e criou a figura da mulher e do homem de sucesso, pessoas felizes com sorrisos-photoshop. As promessas dos media aplacam as frustrações e promulgam o objetivo de ter sempre mais, ser sempre mais, crescer sempre mais. “Terás a promessa de voltar ao lugar de partida” é a história de uma mulher em conflito com o seu próprio crescimento; uma mulher como uma economia, que tem de crescer para sobreviver.

 

 

 

 

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

21 outubro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Teatro Micaelense, Ponta Delgada

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Ad Bestias - Um manual de decoração para sobreviventes

Ad Bestias - Um manual de decoração para sobreviventes 2017

14 (22h) + 15 (18h) outubro . espetáculo Ad Bestias - Um manual de decoração para sobreviventes de Rafaela Jacinto . mala voadora

Na véspera do meu 21º aniversário recebi uma pulseira vermelha nas urgências do Centro Hospitalar Oeste Norte. A cor que cobria o meu pulso foi a mesma com que o Imperador Romano pintou as bestas mortas na arena, oferecendo-as aos espectadores. «Os sobreviventes de traumas que têm PTSD desenvolvem problemas de confiança, proximidade e comunicação, o que pode afetar a forma como agem com os outros.» 

Ver mais
Your Sexts are Shit: Older Better Letters

Your Sexts are Shit: Older Better Letters 2017

8 outubro (20h30) . espetáculo Your Sexts are Shit: Older Better Letters de Rachel Mars . Queer Porto 3 . mala voadora

A mala voadora é uma das parceiras do Queer Porto 3. Para a 3ª edição do festival, propusemos apresentar um trabalho de Rachel Mars, performer baseada em Londres em estreia absoluta em Portugal. O seu mais recente espectáculo, “Our Carnal Hearts” ganhou recentemente os Total Theatre Awards no Edinburgh Fringe na categoria “Innovation, Experimentation & Playing with Form”. 
Na mala voadora, Rachel apresenta “Your Sexts are Shit: Older Better Letters”, uma performance a partir da recolha de cartas e sexts de sexo e amor: algumas anónimas, outras assinadas por figuras históricas como James Joyce, Frida Kahlo ou Charles Bukowski.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

13 outubro . espetáculo Moçambique da mala voadora . TAGV, Coimbra

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Ambulatório AICA . Conversa com Paulo Pires do Vale e Delfim Sardo

Ambulatório AICA . Conversa com Paulo Pires do Vale e Delfim Sardo 2017

30 setembro (17h) . Ambulatório AICA . Conversa com Paulo Pires do Vale e Delfim Sardo . em parceria com Culturgest . mala voadora

No dia 30 de setembro, a mala voadora acolhe o segundo encontro no âmbito do programa Ambulatório AICA, a propósito da apresentação do livro sobre três instalações de Alberto Carneiro. As três obras - em exposição na Culturgest Porto até o dia de 1 de outubro - compõem situações telúricas nas quais a presença do campo, recriado no espaço expositivo pela rigorosa e cuidadosa organização de elementos do ciclo da natureza, produzem para o espectador máquinas de viajar no tempo e no espaço.

 

 

Ver mais
sim sim não não

sim sim não não 2017

28 setembro . espetáculo sim sim não não de João Rodrigues, Maria Duarte e Sílvia Figueiredo . Circular – Festival de Artes Performativas . mala voadora

"Se penso em alguém que conta uma história, imagino um grupo de pessoas amontoadas e, à volta delas, um vasto espaço... particularmente assustador... talvez estejam encostados à parede, talvez junto ao fogo, à lareira... algures, para mim, a história é um abrigo. [...] O contador de histórias está simultâneamente no centro, intimamente, e à distância no horizonte. Ele é o horizonte, com a história de um lado e, do outro, com o geral."




Ver mais
Projetos vencedores . Call for Art Happy Together 3

Projetos vencedores . Call for Art Happy Together 3 2017

AMAZÔNIA NÃO É UMA FICÇÃO de Tiago Cadete, A AMAZÓNIA É O SÍTIO MAIS TRISTE DO MUNDO de Sónia Baptista com Carolina Campos e Júlia Rocha, e HORTO – UMA FORMA QUE VEM DO TOQUE de Guilherme de Sousa e Pedro Azevedo são as três propostas vencedoras do call for art da 3ª edição do programa Happy Together, promovido pela mala voadora em parceria com o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

30 setembro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Teatro Virgínia, Torres Novas

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

20-24 setembro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Teatro Maria Matos, Lisboa

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

15 setembro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Cine-Teatro Avenida, Castelo Branco

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
O Espetáculo Mais Contemporâneo do Mundo

O Espetáculo Mais Contemporâneo do Mundo 2017

9 (parte 1, 19h + parte 2, 22h) + 10 (parte 1, 15h + parte 2, 18h) setembro . espetáculo O Espetáculo Mais Contemporâneo do Mundo de Joana Magalhães . mala voadora

Vamos decompor e brincar com a palavra “contemporâneo” e todo o manancial de códigos que ela implica. No caso das artes performativas, é fácil identificar quais os códigos que se repetem vezes sem conta no teatro dito “contemporâneo”. Pretende-se fazer uma espécie de coleção de todos estes códigos e junta-los, num só espetáculo. Será uma experiência semelhante à de visitar um museu, ou a de ver um best of dos truques mais usados. Um museu vivo, mas com uma relação maior com o passado do que propriamente com o seu tempo - quando fazemos um best of, é porque já estamos em fim de carreira.

 

Ver mais
HAPPY TOGETHER 3 . Call for Art

HAPPY TOGETHER 3 . Call for Art 2017

4 julho - 3 setembro . call for art HAPPY TOGETHER 3 . em parceria com o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto

A mala voadora lança uma convocatória para a terceira edição de Happy Together. Mais uma vez, esta terceira edição é uma parceria da mala voadora, que prepara para novembro um espetáculo chamado "Amazónia" em torno de questões ecológicas, com o Fórum do Futuro (CMP) que, este ano, tem como tema "Terra Elétrica". Naquilo que parece uma ilustração do que é ser “happy together”, o processo de investigação que a mala voadora tem levado a cabo para "Amazónia" e o tema do Fórum do Futuro convergem num território temático comum.

Ver mais
Beaumarchais

Beaumarchais 2017

Beaumarchais resulta de uma parceria da mala voadora com o compositor, maestro e musicólogo Pedro Amaral. É uma ópera que se desenvolve a partir de três textos de Beaumarchais – O Barbeiro de Sevilha, As Bodas de Fígaro e A Mãe Culpada – que já foram, todos eles, adaptados para ópera no passado. As três novas versões vão ser gravadas em estúdio, sendo esse estúdio montado no palco do Dona Maria. Lá estará a devida cabina de gravação insonorizada, os microfones, mesas de mistura, monitores, todas as infraestruturas, o catering, os técnicos, a equipa de limpeza, o pessoal da portaria, o relações públicas, tudo. Haverá verdadeiros trabalhadores – elementos da classe trabalhadora que, cumprindo a sua vocação política e social, reivindicarão os seus direitos, lutarão, farão revoluções, lincharão os opressores. Este espetáculo poderia chamar-se Tumultos Revolucionários na Deutsche Grammophon, ou Luta de Classes na Decca (este é menos glamouroso). Beaumarchais haveria de gostar.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2016

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Universos Paralelos

Universos Paralelos 2016

Universos paralelos é um espetáculo de ficção científica. É o primeiro dia de trabalho de três seguranças numa empresa. Começam, como é seu dever, a visionar tudo o que se passa através de câmaras de vigilância. O chefe de segurança desaparece misteriosamente: primeiro da empresa, depois da memória de todos e, por fim, das próprias imagens captadas pelas câmaras de vigilância.

 

Ver mais
Pirandello

Pirandello 2015

Pirandello não é uma encenação de uma peça de Pirandello, nem uma biografia do escritor italiano, autor multifacetado e distinguido com um Prémio Nobel da Literatura em 1934. Contudo, Pirandello é uma biografia: a história de Mattia Pascal, tal como a inventou Pirandello, em 1904, no livro Ele Foi Mattia Pascal. Foi este romance que a mala voadora adaptou para teatro, para fazer um espetáculo chamado Pirandello

Ver mais
Festival

Festival 2015

Festival é um espetáculo de ficção científica. A ação tem lugar num escritório, onde se pode entrar e sair por algumas portas. Neste escritório, encontram-se quatro pessoas a trabalhar. Dedicam-se à tarefa de imaginar o que poderá ser a vida depois da morte, e o seu profissionalismo passa pela sua capacidade especulativa (ideias como o Céu ou a reencarnação parecerão trabalho de inexperientes). Dedicam o seu tempo ao ainda-não-imaginado.

Ver mais
your best guess

your best guess 2015

Não podemos evitar viver no futuro: planificar atividades, comprar bilhetes de avião para as férias, organizar festas de aniversário, preparar candidaturas, enviar convites, fabricar T-shirts para digressões de bandas, cachecóis para vitórias de equipas de futebol, objetos comemorativos, bolos... – tudo suposições.

Ver mais
the Paradise project

the Paradise project 2014

mala voadora + Third Angel

Depois de what I heard about the world ter tido mais de 100 apresentações em países como Portugal, Reino Unido, Alemanha, Bósnia Herzegovina, Brasil, Finlândia, França, Grécia, Líbano, Polónia, e ainda antes de ir à Bélgica e aos Estados Unidos, a mala voadora (de Lisboa), e os Third Angel (de Sheffield), voltam a colaborar para fazer um novo espectáculo. Literalmente, um projecto. 

Ver mais
o melhor e o mais rápido, o pior e o mais triste, o mais longo, o mais complexo, o mais difícil e o mais divertido

o melhor e o mais rápido, o pior e o mais triste, o mais longo, o mais complexo, o mais difícil e o mais divertido 2014

Companhia Maior + mala voadora

Fala um de cada vez e todos se referem a uma coisa superlativa – o mais isto, o mais aquilo... Ou, como se lê no título, o melhor, o mais rápido, o pior, o mais triste, o mais difícil, o mais divertido. Mas não só. Fala-se também da coisa mais pequena do mundo, e da maior, da melhor maneira de morrer, da melhor cidade para se ficar apaixonado.

Ver mais
Dois por Dois . Greg Wohead - Artista Selecionado 2017

Dois por Dois . Greg Wohead - Artista Selecionado 2017 2017

16 agosto -16 outubro . residência de Greg Wohead . Dois por Dois . mala voadora

Entre 16 de agosto e 16 de outubro, com o apoio da Câmara Municipal do Porto, organizamos a 1ª residência no âmbito do DOIS POR DOIS, programa de residências internacionais da mala voadora. Em 2017, o artista selecionado é Greg Wohead. Greg Wohead irá desenvolver vários projetos, entre eles Call it a Day, uma performance de teatro feita a partir de recriações em loop de uma conversa com um casal Amish que decidiu abdicar da tecnologia moderna em nome da religião, e Story #2, em colaboração com Rachel Mars, uma investigação sobre as possibilidades de uma narrativa radical disfarçadamente influenciada por eventos políticos de 2016. 

Ver mais
protocolo

protocolo 2014

Um actor e uma actriz recebem o público na sala, e declaram a sua vontade de agradar ao público. “Estamos aqui para agradar” – repetirão ao longo do espectáculo. Para isso, relatam um dia na vida de Luís XIV, o Rei Sol.

Ver mais
your best guess

your best guess 2017

21-26 agosto . espetáculo your best guess da mala voadora + Chris Thorpe . Edinburgh Festival Fringe, Reino Unido

Your Best Guess é um dos espetáculos a serem apresentados no Edinburgh Fringe Festival, no âmbito do programa Cameo Live, com curadoria de Deborah Pearson, co-diretora do Forest Fringe. A mala voadora e Chris Thorpe voltam a reunir-se após as apresentações em Portugal em 2015 e 2016 para a estreia do espetáculo no Reino Unido. 

Ver mais
Hamlet

Hamlet 2014

Hamlet partiu da versão da peça de Shakespeare que chegou até nós com o epíteto “mau quarto”. É uma peça cheia de teatro: a companhia de teatro incluída na narrativa, uma peça (falsamente!) citada dentro da peça, Hamlet encenador, um pai que encena a própria filha que se encena para o pai [...]

Ver mais
Paraíso 1

Paraíso 1 2013

mala voadora + Association Arsène + Simon Rummel

Jorge Andrade é português, Odile Barbelley francesa e Simon Rummel alemão. Paraíso 1 é um musical a três vozes em que se descreve uma paisagem. Inventar uma paisagem, ou o paraíso, é inventar o modo de os descrever.

Ver mais
Chego sempre tarde aos funerais importantes

Chego sempre tarde aos funerais importantes 2017

7-13 agosto . residência Chego sempre tarde aos funerais importantes de Catarina Vieira . mala voadora

Este projeto é uma reflexão sobre o amor e a morte. Como nos preparamos para o amor? Como nos preparamos para a morte? Preparamos um rendez-vous com o cuidado minucioso de quem prepara um ataque terrorista. Em ambos os casos, qualquer pessoa pensaria que estamos loucos, se soubessem de todos os detalhes envolvidos nestas preparações. Pretende-se explorar e alimentar as tensões entre a narrativa do herói solitário, que está sempre preparado para tudo, com os campos de ação onde a ideia de preparação é talvez absurda e problemática: o amor e a morte.

Ver mais
A Sala Branca

A Sala Branca 2013

mala voadora + Teatro Oficina

The Day Room, de Don DeLillo, é uma peça circular. Tudo se passa numa sala de um hospital, que é outra sala do mesmo hospital, que é um quarto de motel, que é o possível lugar de um espectáculo de teatro, que é uma sala de hospital.

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Residência de escrita

A Manual on Work and Happiness . Residência de escrita 2017

1-13 agosto . residência de escrita A Manual on Work and Happiness . mala voadora + Pablo Gisbert, L’arboreto – Teatro Dimora di Mondaino, Itália

O L’arboreto – Teatro Dimora di Mondaino acolhe entre os dias 1 e 13 de agosto a residência de escrita do projeto europeu A Manual on Work and Happiness, com direção artística da mala voadora. Os diretores artísticos da mala voadora, Jorge Andrade e José Capela juntam-se ao escritor catalão Pablo Gisbert para a escrita do texto que estará na base da criação de quatro espetáculos distintos a serem apresentados em quatro cidades diferentes em 2018. Os espetáculos serão desenvolvidos em colaboração com a comunidad elocal de das cidades portuguesas de Alcobaça e Montijo, Patras (Grécia) e Pergine (Itália). 

Ver mais
Título e Escritura

Título e Escritura 2013

mala voadora + Teatro Oficina

O protagonista de Título e Escritura surge no palco como um viajante que, na sua errância, encontra o público da sala. Explora essa situação. Deambula por coisas que lhe ocorrem. Sobretudo sobre o seu próprio passado.

Ver mais
Eurodance

Eurodance 2017

24-29 julho . residência Eurodance de Rogério Nuno Costa/BCN . mala voadora

EURODANCE é uma hecatombe geopolítica e tecno-emocional, um counting down a 190 beats- per-minute em direcção ao Fim do Mundo, uma bad trip a bordo de um rave’ião Hamburgo/Ibiza com escala elíptica no Pará e aterragem de emergência para combustível em Luanda, uma droga psicotrópica também conhecida por AzeitegeistTM. 

Ver mais
Wilde

Wilde 2013

mala voadora + Miguel Pereira

Wilde baseia-se em Lady Windermere’s Fan: A Play About a Good Woman, de Oscar Wilde – uma sátira ao moralismo victoriano. O final feliz da peça é garantido pela ardilosa construção de uma mentira por uma mulher cuja reputação é duvidosa.

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Seminário Internacional sobre Trabalho e Felicidade

A Manual on Work and Happiness . Seminário Internacional sobre Trabalho e Felicidade 2017

14 + 15 julho . Seminário Internacional sobre Trabalho e Felicidade . A MANUAL ON WORK AND HAPPINESS . Pergine, Itália

O programa do Seminário Internacional sobre trabalho e felicidade – a primeira atividade pública realizada no âmbito do projeto europeu A MANUAL ON WORK AND HAPPINESS, com direção artística da mala voadora, – já está completo. Com curadoria de Carla Esperanza Tommasini e José Capela, o seminário terá lugar nos dias 14 e 15 de julho durante o festival de artes performativas Pergine Spettacolo Aperto.

Ver mais
dead end

dead end 2012

Partindo de uma recolha de histórias tradicionais da região de Guimarães, Chris Thorpe escreveu um texto que, de acordo com a proposta da mala voadora, reflecte a estrutura característica do melodrama. Dead end aproxima-se de coisas como o destino e o sacrifício, um certo negrume – coisas que, nos melodramas, são arrumadas de modo a que a vitória seja do bem.

Ver mais
Laboratório Estrutura + José Maria Vieira Mendes

Laboratório Estrutura + José Maria Vieira Mendes 2017

4-7 julho . Laboratório Estrutura + José Maria Vieira Mendes . mala voadora

A Estrutura convidou José Maria Vieira Mendes para a colaboração na realização de um laboratório teórico-prático que partirá de algumas ideias em torno dos estudos teatrais, defendidas no ensaio “Uma coisa não é outra coisa” de José Maria Vieira Mendes (Livros Cotovia, 2016), aproveitadas para a temática das identidades. Como me apresento? Como sou percebido? - questões com implicações na produção de discurso artístico e no pensamento sobre espetáculos. 

Ver mais
revelação

revelação 2012

Revelação parte do romance de Dostoiévski Os Demónios, publicado em 1872. Um grupo de pessoas, numa pequena cidade, reúne-se discretamente com o objectivo de debater temas do novo ideário político que agita a Rússia. Fala-se de revolução. Alguns tornam-se radicais.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

6 julho. espetáculo Moçambique da mala voadora . Festival de Almada

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
casa & jardim

casa & jardim 2012

Oito mulheres, numa festa, movimentam-se entre o interior e o exterior de uma casa. Entre a casa e o jardim. Casa e jardim são duas peças representadas em simultâneo pelas mesmas actrizes, a desempenharem os mesmos papéis, em dois palcos diferentes. O público vê primeiro uma e depois a outra.

Ver mais
Longo Curso

Longo Curso 2017

1 (22h) + 2 (18h) julho . espetáculo Longo Curso de Rita Morais . mala voadora

LONGO CURSO tem como motor principal a manifestação da identidade pelo movimento. Explora em particular o paralelismo entre a prática da corrida e a emigração, entre o atleta e o viajante, na medida em que em ambos os casos, ainda que em diferentes escalas, o movimento desencadeia um semelhante processo de procura, questionamento e (re)definição da identidade.

Ver mais
memorabilia

memorabilia 2011

Em memorabilia revêem-se os principais acontecimentos de 2011, como é habitual fazer-se no final de cada ano: as catástrofes mais devastadoras, os factos políticos mais determinantes, avanços científicos, recordes, intrigas de revistas cor-de-rosa, individualidades que morreram, casamentos, os eventos culturais mais notáveis, etc.

Ver mais
Beaumarchais

Beaumarchais 2017

22 junho - 2 julho . espetáculo Beaumarchais da mala voadora + Pedro Amaral . Teatro Nacional D. Maria II, Lisboa 

Beaumarchais resulta de uma parceria da mala voadora com o compositor, maestro e musicólogo Pedro Amaral. É uma ópera que se desenvolve a partir de três textos de Beaumarchais – O Barbeiro de Sevilha, As Bodas de Fígaro e A Mãe Culpada – que já foram, todos eles, adaptados para ópera no passado. As três novas versões vão ser gravadas em estúdio, sendo esse estúdio montado no palco do Dona Maria. Lá estará a devida cabina de gravação insonorizada, os microfones, mesas de mistura, monitores, todas as infraestruturas, o catering, os técnicos, a equipa de limpeza, o pessoal da portaria, o relações públicas, tudo. Haverá verdadeiros trabalhadores – elementos da classe trabalhadora que, cumprindo a sua vocação política e social, reivindicarão os seus direitos, lutarão, farão revoluções, lincharão os opressores. Este espetáculo poderia chamar-se Tumultos Revolucionários na Deutsche Grammophon, ou Luta de Classes na Decca (este é menos glamouroso). Beaumarchais haveria de gostar.

Ver mais
overdrama

overdrama 2011

Overdrama foi o primeiro texto que Chris Thorpe escreveu para a mala voadora. Tomando como referência acontecimentos em curso aquando da escrita do texto, overdrama retrata uma situação de tumulto social, na eminência de uma catástrofe generalizada.

Ver mais
Showbusiness

Showbusiness 2017

27 + 28 junho . ensaio aberto + espetáculo Showbusiness . mala voadora

SHOWBUSINESS foi concebido pela companhia de teatro mala voadora para o programa PARTIS – Práticas Artísticas para a Intervenção Social, da Fundação Calouste Gulbenkian. Juntamos dois parceiros sociais – A Escola de Comércio do Porto e a A3S, especializada em empreendedorismo social e avaliação – para construirmos, juntos, um programa artístico que acompanhasse uma turma do ensino profissional, do 10º ao 12º ano.

Ver mais
3D

3D 2011

Em cena, três actores constroem um espectáculo. Ensaiam-no, discutem-no, vestem-se para o representar. Para além destes três artistas, outros profissionais estão presentes em cena executando tarefas que contribuirão para a realização do espectáculo: uma mulher passa figurinos a ferro, outra prepara os acepipes que os actores comerão na festa que será recriada, um homem pinta  a parede que servirá de fundo à festa.

Ver mais
Dois por Dois . programa de residências internacionais

Dois por Dois . programa de residências internacionais

Dois por Dois é o programa de residências internacionais da mala voadora com o apoio do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto. Por que 'dois por dois'? Porque este programa utiliza os dois estúdios da mala voadora para receber dois artistas ou curadores – um oriundo das artes performativas e outro de uma área artística diferente – que possam beneficiar do período de residência, desde que a mala voadora seja o espaço adequado para o trabalho envolvido.

 

 

Ver mais
what I heard about the world

what I heard about the world 2010

Os sons produzidos por alguém quando está em casa disponíveis num CD. Uma empresa especializada em vender as provas de que se esteve num sítio onde não se esteve. Fatos postos em fotografias de defuntos para aparecerem no jornal. Burros pintados com listas brancas. Carpideiras. Réplicas. Manifestantes para alugar. 

Ver mais
Coleção Delirar a Anatomia: O Palco & O Pavilhão

Coleção Delirar a Anatomia: O Palco & O Pavilhão 2017

8-11 junho . residência Coleção Delirar a Anatomia: O Palco & O Pavilhão de Ana Rita Teodoro . mala voadora

Delirar a Anatomia é uma colecção de estudos febris dedicados a uma parte corpo, é um modo de operação. Um trabalho que se baseia no estudo da anatomia – sua história, perspectiva da medicina chinesa, fisiologia e paleontologia — em cruzamentos iconográficos ou literários assim como na experiência empírica, que levam por meio à escrita de partituras e à composição coreográfica. O delírio acontece na fricção de factos e ficções, acontece no ataque aos órgãos e às suas funções destinadas. A ambição é a de provocar crises e revoluções que possam permitir mais liberdade na criação do corpo e assim, redesenhar suas formas, gestos e funções, e assim alargar o seu modo de ser e de existir. Os estudos são focados no orifício. O orifício enquanto lugar de passagem, porque o trânsito entre o dentro e do fora proporciona o delírio. Delirar é passar-se.

Ver mais
single

single 2010

Sete indivíduos habitam um mesmo apartamento como se cada um o fizesse sozinho. À vez, cada um dirige-se ao público e fala como se fosse um serviçal do Imperador da Etiópia Haile Selassie. O conjunto dos testemunhos constrói um retrato do quotidiano do soberano.

Ver mais
Rifar o meu coração

Rifar o meu coração 2017

3 (20h) + 4 (18h) junho 2017 . espetáculo Rifar o meu coração de Mónica Calle . mala voadora

Esta criação surge a partir do documentário brasileiro “Vou Rifar Meu Coração”, de Ana Rieper, exibido no Festival IndieLisboa 2012 (secção Pulsar do Mundo). A responsável descreve o espectáculo como “um trabalho sobre o amor e a relação com a música, num constante balanço entre a ficção e a realidade. À volta de uma mesa de bar, 15 actores trabalham sobre a ideia de confissão partindo da casualidade ou do aleatório.

Ver mais
Spitx

Spitx 2009

Partindo dos discursos utilizados pela mala voadora no espectáculo O decisivo na política..., Miguel Loureiro dirigiu Spitx. Depois de esses discursos terem sido indiferentemente justapostos para expor a retórica que lhes é comummente subjacente, agora, em Spitx, Loureiro propõe “recuar da dimensão pública do discurso, entidade ideológica, para uma projecção imaginária da intimidade do seu autor.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

8 junho (21h45) . espetáculo Moçambique da mala voadora . PT.17, Montemor-o-Novo

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

 

Ver mais
o duplo

o duplo 2009

A música e a luz anunciam o início de um grande espectáculo. Um homem de smoking entra, pára e permanecerá imóvel até ao final do espectáculo. Apenas irão variar a luz que incide sobre ele, a banda sonora (músicas sobre personagens interpretadas ao vivo por dois cantores) e o vídeo que serve de fundo a todo o palco.

Ver mais
Conversa com João Ribas, Delfim Sardo e Jonathan Uliel Saldanha

Conversa com João Ribas, Delfim Sardo e Jonathan Uliel Saldanha 2017

10 junho (17h) . conversa com João Ribas, Delfim Sardo e Jonathan Uliel Saldanha (em parceria com Culturgest) . mala voadora

a propósito da exposição Afásia Tática de Jonathan Uliel Saldanha na Culturgest Porto

No âmbito de uma parceria com a Culturgest, a mala voadora acolhe os encontros do programa Ambulatório AICA  (Associação Internacional de Críticos de Arte) no Porto. Trata-se de um conjunto de encontros e conversas entre críticos, curadores e artistas em torno das exposições da Culturgest no Porto e em Lisboa. A tipologia informal destas conversas abertas ao público pretende trazer para a discussão temáticas suscitadas pelas exposições, alargando o seu âmbito através do diálogo entre perspetivas diversas e, por vezes, contraditórias.

Ver mais
Huis Clos

Huis Clos 2009

Sem que nunca antes se tenham conhecido, Garcin, Inês e Estela são condenados a permanecer para sempre fechados numa mesma sala depois de mortos, e a não encontrar uns nos outros senão um eterna fonte de insatisfação. “O inferno são os outros”.

Ver mais
Nome

Nome 2017

27 (22h) + 28 (18h) maio 2017 . espetáculo NOME de Carolina Campos e Márcia Lança . mala voadora

Partimos do universo das imagens antigas, abandonadas em feiras, esquecidas, deixadas para trás. Agarramos nesse fragmento de mundo para o deslocar no tempo, resignificá-lo, dar-lhe um sentido diverso do da sua origem, fazendo-o explodir em diferentes direções e sentidos. 

Ver mais
real/show

real/show 2009

From the information compiled in the book The 101 most influential people that never lived (by Allan Lazar, Dan Karlan and Jeremy Salter), real/show is situated between the fictions that involve the most popular characters and the phenomena associated to their success: the values they disseminate, the influence they practice, the producted they sell or the bad effects they cause. 

Ver mais
Légende

Légende 2017

20 (22h) + 21 (18h) maio . espetáculo LÉGENDE de Romain Teule . mala voadora

Légende é um projeto que, usando os códigos da conferência, vai abordar estas questões, tendo como ponto de partida a língua dos pássaros e as questões que o estudo desta língua pode criar. Légende é uma tentativa de entrar no mundo das palavras, de jogar com elas, de as questionar. Quais são os seus poderes, suas falhas ? Uma palavra enquanto acto.

Ver mais
chinoiserie

chinoiserie 2009

Chinoiserie, sobre as identidades culturais, foi concebido a partir de uma colecção de cerca de 2000 bibelots. Tal como as peculiares imagens do Oriente oferecidas pela chinoiserie, os bibelots são imaginativos. O seu interesse está, tanto na possibilidade de serem fiéis àquilo que representam, como na sua capacidade de originar representação.

Ver mais
Workshop DasArts Feedback Method

Workshop DasArts Feedback Method 2017

11-13 maio . workshop DasArts Feedback Method com Manolis Tsipos (FESTIVAL DDD - DIAS DA DANÇA) . mala voadora

“Feedback” e uma das ferramentas mais centrais usadas na DasArts. Para os artistas que recebem feedback e uma das formas mais importantes de testar como o seu trabalho e recebido, com partilhas de um para um, bem como em grupo (peer review). Impressoes, perguntas, criticas, sugestoes, dicas e truques: tudo isso esta incluido na nocao de “feedback”. E ‘tudo isso’ e uma das ferramentas mais centrais utilizadas na pratica artistica: entre diretores e atores, dramaturgos e criticos, estudantes e mentores, artistas e seu publico.

Ver mais
O decisivo na política não é o pensamento individual, mas sim a arte de pensar a cabeça dos outros (disse Brecht)

O decisivo na política não é o pensamento individual, mas sim a arte de pensar a cabeça dos outros (disse Brecht) 2008

Primeiro espectáculo de um ciclo sobre identidade, tem o formato de um comício. Excertos de discursos de múltiplos chefes de estado do século XX (de Estaline a Mandela, de Mussolini a Arafat) sucedem-se sem que se perceba onde acaba um e começa o seguinte, independentemente do que julgamos ser a pertinência de cada.

Ver mais
A Morte da Audiência

A Morte da Audiência 2017

6 (16h) + 7 (15h) maio . espetáculo A Morte da Audiência de Bruno Humberto (FESTIVAL DDD -  DIAS DA DANÇA) . mala voadora

Uma performance acerca da natureza do espectador – as expectativas, relações, tensões e papéis que cada um assume, individualmente ou em grupo numa situação de espectáculo ou terror cénico. Através da dança, video, teatro-físico, performance e som, apresenta-se um ensaio absurdo acerca do espectador, da sua responsabilidade, acção e passividade em massa. 

 

Ver mais
hard III

hard III 2007

O espectáculo desenvolve-se em torno da ideia de viagem. Em duplo sentido. Por um lado, pretende evocar-se a viagem da “civilização” ao longo do tempo, desde o episódio da Arca de Noé, até ao trágico afundamento do Titanic.

Ver mais
Point of You

Point of You 2017

29 (16h) + 30 (15h) abril . espetáculo Point of You de Ricardo Machado e Anna Réti (FESTIVAL DDD -  DIAS DA DANÇA) . mala voadora

Point of You é um jogo entre dois performers. Entre dois performers e a sua audiência. Entre dois performers e duas audiências. Entre cada um dos performers e a sua própria audiência. Colisão aleatória ou ataque intencional? Tudo dependerá do lugar que escolher ocupar. 

 

Ver mais
desempacotando a minha biblioteca

desempacotando a minha biblioteca 2007

O espectáculo resultou de uma encomenda do Fórum “O Estado do Mundo”, inserido nas comemorações dos 50 anos da F. C. Gulbenkian. Partindo do ensaio homónimo de Walter Benjamin, interpretado como monólogo, o espectáculo desenvolve-se depois como viagem por livros de espécies diferentes, organizada em 5 ciclos [...]

Ver mais
Der Elgnuj

Der Elgnuj 2017

8 (22h) + 9 (18h) abril . espetáculo Der Elgnuj de Carlota Lagido . mala voadora

É um solo, uma experiência prévia de um projecto futuro. O pressuposto de DER ELGNUJ assenta na ideia de transmissão autoral, a sua apropriação e ressignificação. Pedi a participação de Antoine Pimentel, Bruno Senune, Daniela Cruz, Flávio Rodrigues, Guilherme Pompeu, Joana Castro, José Capela, Pedro Melo Alves, Pietro Romani, Shahd Wadi, nos sentido de me transmitirem um minuto de uma ideia, sequência de movimento, imagem em movimento ou cénica, universo sonoro e que serão posteriormente transformadas em algo meu, do meu corpo, com um tempo e características outras, fazendo o todo da composição coreográfica. 

Ver mais
teatro-postal

teatro-postal 2006

Espectáculo destinado a público infantil. Uma série de postais de viagem serve de pretexto para, em cena, evidenciar a alteridade permitida pelo teatro e os vários componentes da sua construção.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

1 + 2 abril . espetáculo Moçambique da mala voadora . Centro Cultural Guaíra, Curitiba (Brasil)

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
hard I + II

hard I + II 2006

O díptico hard I + II tem como tema dois ingredientes da mais comum “espectacularidade”. Hard I é sobre violência, desde o corpo até à guerra, desde a família até às competições internacionais, e desenvolve-se em torno de um núcleo familiar “pai, mãe e filho” e de histórias de elefantes.

Ver mais
spa

spa 2017

1 (22h) + 2 (18h) abril . espetáculo spa de David Cabecinha . via streaming em https://youtu.be/r_rKESuUEsw

Spa assume o espaço cibernético como um dos principais locais de encontro e partilha do início deste século. O espetáculo tem lugar na blackbox da mala voadora no porto mas será visto exclusivamente por streaming, em directo. Através desta experiência onlineSpa propõe uma relação de pretensa intimidade de um para um, que na verdade pode ser para qualquer pessoa, tornando o palco acessível a partir de qualquer ponto do planeta.

 

 




 

Ver mais
projecto de execução

projecto de execução 2006

De um conjunto de três actrizes unidas por relações de amizade, cada uma convidou, à vez, as outras duas para jantar em sua casa. Os sons e diálogos produzidos durante a preparação colectiva dos três jantares foram registados e deram origem a um guião: uma matriz de acções, objectos, sítios da cozinha, percursos e diálogos.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2017

8-9 abril . espetáculo Moçambique da mala voadora . SESC Vila Mariana, São Paulo (Brasil)

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
philatélie

philatélie 2005

Os selos de uma colecção, projectados e ampliados sobre uma tela, começam por ser objecto de análise filatélica e histórica para, depois, se tornarem protagonistas de deambulações romanescas e designadamente de uma recriação da chegada dos portugueses ao Japão.

Ver mais
Vala Comum

Vala Comum 2017

14-19 fevereiro . residência Vala Comum de Andresa Soares . mala voadora

Tudo começa com a imagem de um espaço vazio - espaço de cena sem cena, sem actores ou objectos - e a ideia de uma plateia cheia de gente. Da contraposição desse espaço cheio com o espaço vazio resulta a necessidade de projecção, de imaginação, a migração de ideias de cá para lá. Despejamo-nos então sobre a vala de cena, a nossa vala comum.

Ver mais
Os Justos

Os Justos 2004

A partir da peça de Camus, Os Justos foi o primeiro espectáculo encenado por Jorge Andrade, sem cenógrafo, sem figurinos, sem nenhum técnico a operar o espectáculo, com um programa distribuído dentro de um saco de plástico preto e com um cartaz feito com a fotografia de um caixote.

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA (MONOPARENTAL) . Triple Threat

UMA FAMÍLIA INGLESA (MONOPARENTAL) . Triple Threat 2017

19 março (19h) . espetáculo Triple Threat de Lucy McCormick . UMA FAMÍLIA INGLESA (MONOPARENTAL) . mala voadora

Espetáculo-sensação no último festival de Edimburgo, Triple Threat, de Lucy McCormick apresenta uma versão trashstep-dubpunk do Novo Testamento: um mistério medieval para o mundo moderno.

 

Ver mais
Nicarágua Prologue

Nicarágua Prologue 2004

Para encenar o solilóquio A Noite Mesmo Antes das Florestas, de Bernard-Marie Koltès, foi convidado Miguel Loureiro, que já participara enquanto actor num espectáculo concebido com base nesse texto, encenado por Álvaro Correia.

Ver mais
A Manual on Work and Happiness . Call for Workshop/Call for Lazyshop

A Manual on Work and Happiness . Call for Workshop/Call for Lazyshop 2017

A MANUAL ON WORK AND HAPPINESS é um projeto europeu coordenado pela Artemrede, com direção artística da mala voadora e com a colaboração do dramaturgo catalão Pablo Gisbert. Estamos a lançar um call for workshop / call for lazyshop para selecionar duas atividades a integrar o primeiro evento deste projeto: o seminário internacional sobre trabalho e felicidade, a ter lugar nos dias 14 e 15 de julho de 2017 no âmbito do festival Pergine Spettacolo Aperto (Itália). As propostas de workshop ou lazyshop podem ser submetidas através do site http://amanualonworkandhappiness.eu/international-seminar/ até 16 de abril de 2017. 

 

 

 

Ver mais
Zoo Story

Zoo Story 2004

Através do encontro fortuito de dois homens no Central Park, e do consequente retrato dos seus respectivos contextos sociais, Edward Albee promove em The Zoo Story “um exame do modo de vida americano (...) uma tomada de posição contra a ficção de que tudo nesta nossa terra deslizante é formidável.”

Ver mais
Rabbits

Rabbits 2017

25 (22h) e 26 (18h) fevereiro . espetáculo Rabbits de Pedro Baptista . mala voadora

“Numa cidade sem nome amaldiçoada por chuva contínua... vivem três coelhos com um terrível mistério.” - foi com esta frase que David Lynch apresentou ao público a sua série Rabbits (2002). Aqui, em 2017 na mala voadora, propõe-se uma recriação da série ao vivo, transpondo-se o universo cinematográfico para o contexto cénico. Não se trata tanto de uma ideia de apropriação ou emulação, mas antes na de recriar um objecto alterando-lhe o dispositivo (criando, assim, um novo objecto com argumento e discurso próprios). 

Ver mais
Trilogia Strindberg

Trilogia Strindberg 2003

Três peças de August Strindberg. Três enredos sobre o exercício do poder através da interlocução íntima, constituídos por um número cada vez mais reduzido de personagens. Rogério de Carvalho foi convidado para encenar Credores, a primeira das peças.

Ver mais
Minotauro

Minotauro 2017

4 (22h) e 5 (18h) março . espetáculo Minotauro de David Esteves e Jani Zhao . mala voadora

Nenhum de nós queria contar uma história. Só queríamos dizer coisas. Coisas importantes. Coisas importantes para nós, para nós os dois. Coisas que fizessem sentido para os dois. Mas tem de haver uma história, disse ele. Tem sempre de haver uma história, senão são só palavras umas à frente das outras. Iam ser oito cenas mais um prólogo e um epílogo, e pelo meio nós contávamos a nossa história, como nos conhecemos, como chegámos até aqui. Era uma história dos dois.

 

 

 

 

Ver mais
Workshop O Teatro do Espectador

Workshop O Teatro do Espectador 2017

8-9 março . workshop O Teatro do Espectador de Terceira Pessoa . mala voadora

Partindo do espetáculo “The Old Image of Being Loved” tentaremos trabalhar com os participantes algumas premissas do trabalho com novas propostas teatrais. O grande núcleo conceptual deste trabalho reside na ideia de cocriação com espectador.

 

Ver mais
The Old Image of Being Loved

The Old Image of Being Loved 2017

11 (22h) e 12 (18h) março . espetáculo The Old Image of Being Loved de Terceira Pessoa e Óscar Silva . mala voadora

Tenho uma ideia. Esta ideia é uma imagem. Uma imagem onde estou à frente de um desconhecido. Mas não é um desconhecido qualquer. Tenho uma ideia em que eu faço uma obra de arte com o desconhecido que está a ler este texto. Enquanto escrevo este texto penso nesse desconhecido. A minha ideia é criarmos uma obra de arte memorável. É assim a minha ideia de coletivo. Eu, o desconhecido que lê isto e uma obra de arte. Uma imagem. Tenho a ideia de me encontrar com este desconhecido na mala voadora para pensarmos sobre esta ideia: “The old image of being loved”.

 

Ver mais
Efígie

Efígie 2017

21-26 março . residência Efígie de Flávio Rodrigues . mala voadora

Efígie é uma proposta coreográfica, sonora e cénica. Dou inicio a este projecto com a concepção de um arquivo sonoro, videográfico e fotográfico de animais e plantas extintas, lugares mortos e paisagens obliteradas que resultam numa “biblioteca do esquecimento”, funcionando como um conjunto de estímulos para a criação de um corpo, de cores, texturas e sons.

Ver mais
FAKE!

FAKE! 2017

11 (22h) e 12 (18h) fevereiro . espetáculo FAKE! de Ana Valentim, Mariana Ferreira, Mário Coelho e Pedro Baptista  . mala voadora

Cinco criadores apropriam-se orgulhosamente de composições de terceiros, contribuindo, com profunda consciência, para o ciclo da "originalidade". Apropriam-se e a seguir deturpam e manipulam e chamam-lhe seu. A história de sempre! 

Ver mais
philatélie

philatélie 2017

4 fevereiro . espetáculo philatélie da mala voadora . Cineteatro de Vila Nova de Cerveira

Os selos tornaram-se matéria arqueológica. Foram remetidos para aquilo a que se chama arquivo. Se, por um lado, a sua (iminente) extinção é compreensível – porque a comunicação se desmaterializou –, por outro esses pequenos pedaços de papel parecem ter tudo a ver com as imagens de síntese, destinadas a apreensão rápida, comuns na nossa vulgar “cultura visual”.

 

Ver mais
Terrarium

Terrarium 2016

26 (22h) e 27 (18h) novembro . espetáculo Terrarium de André Uerba . mala voadora

Um homem foi colocado num Terrarium para observação das suas acções. Movimenta-se no escuro, aparecendo e desaparecendo. O terreno que habita está coberto de artefactos e as acções que cria possuem um carácter lento, quase de imagem estática. Parece estar habituado a estar naquele lugar, e as acções parecem sair-lhe de dentro dos olhos, como se empurrasse as mãos através dos olhos e segurasse algumas das imagens que contém lá dentro. São a projecção do seu interior para o exterior, como se o seu cérebro fosse uma câmara escura onde as acções/ imagens são reveladas sempre numa luz fosca, aparecendo por um breve momento, para logo desaparecer.

Ver mais
HAPPY TOGETHER 2016

HAPPY TOGETHER 2016 2016

2-5 novembro . programa HAPPY TOGETHER 2016 . mala voadora + Teatro Rivoli

HAPPY TOGETHER é um programa concebido pela mala voadora que reúne a especulação teórica e a especulação artística em torno da ideia de “felicidade em comum”. A edição de 2016 tem uma incidência particular sobre África e volta a desdobrar-se em dois formatos: a conferência  com dois convidados que contribuem para reinvenção biográfica e cultural de África e a veiculação de uma imagem cosmopolita daquele continente -  e um call for art para a produção de obras (entre as artes visuais e as artes performativas) a apresentar na malavoadora.porto.

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2016

4 e 5 novembro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Teatro Viriato, Viseu

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
Assentar sobre a Subida das Águas

Assentar sobre a Subida das Águas 2016

22 (22h) e 23 (18h) outubro . espetáculo Assentar sobre a Subida das Águas de Sónia Baptista . mala voadora

Assentar Sobre a Subida das Águas é um Monólogo-Performance em que se explora o conceito de uma visão poética da possibilidade, mais que certa, e eminente, de uma  catástrofe ou acontecimento catastrófico. Em que, ao abordar questões filosóficas, ecológicas e politicas, se esbate a fronteira entre o pessoal e o universal.

 

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 2016

11 - 16 outubro . programa Uma Família Inglesa 2016 . mala voadora 

UMA FAMÍLIA INGLESA regressa à malavoadora.porto de 11 a 16 de outubro. Esta edição traz uma sessão especial das Leituras no Mosteiro com Chris Thorpe, um ciclo de cinema dedicado ao humor negro de Ben Wheatley e ainda espectáculos dos Forced Entertainment, dos Third Angel, e Ira Brand - co-directora do Edinburgh Forest Fringe - sobre género, sexualidade, poder e Bruce Springsteen. Come and meet the family.

 

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . The Lad Lit Project

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . The Lad Lit Project 2016

12 outubro (22h) . espectáculo The Lad Lit Project de Third Angel . mala voadora 

Imagina o livro da tua vida. Onde é que os capítulos começam e terminam? Como se chamam? Os amigos de um capítulo aparecerão nos seguintes? Os capítulos durarão anos, semanas ou apenas algumas horas? É um livro feliz? Existem boas gargalhadas nele? Ou é apenas trágico?

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Wheatley - Sightseers

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Wheatley - Sightseers 2016

13 outubro (19h) . filme Sightseers de Ben Wheatley . mala voadora 

Chris (Steve Oram) quer mostrar a Tina (Alice Lowe) o seu mundo e quer fazê-lo à sua maneira - numa viagem através das llhas Britânicas na sua amada Abbey Oxford Caravan.

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Wheatley  - Down Terrace

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Wheatley - Down Terrace 2016

13 outubro . filme Down Terrace de Ben Wheatley . mala voadora

Pai e filho, Bill e Karl (pai e filho também na vida real - Bob e Robin Hill), patriarcas de uma pequena família de criminosos, foram ilibados e recentemente libertados da prisão.

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Weathley - Kill List

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Weathley - Kill List 2016

14 outubro (19h) . filme Kill List de Ben Wheatley . mala voadora 

KILL LIST é uma mistura brilhante de drama familiar, hitman action-thriller e filme de terror psicológico que conta a história de um ex-soldado que se tornou assassino profissional, mergulhando nas profundezas da escuridão humana.

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Wheatley - A Field In England

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Ciclo Ben Wheatley - A Field In England 2016

14 outubro (22h) . filme A Field In England de Ben Wheatley . mala voadora 

Inglaterra. 1648. Um pequeno grupo de desertores foge de uma batalha violenta através de um campo coberto, acabando por ser capturado por dois homens: O'Neil (Michael Smiley) e Cutler (Ryan Pope).  

 

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Break Yourself

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Break Yourself 2016

15 outubro (22h) . espetáculo Break Yourself de Ira Brand . mala voadora

BREAK YOURSELF é um espetáculo sobre o papel da identidade e do género. Protagonizado em male drag, o espetáculo aborda questões como a relação entre poder e desejo, a complexa paisagem do desejo sexual masculino e feminino e o desejo de ser outra pessoa. E é sobre Bruce Springsteen.

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Quizoola!

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Quizoola! 2016

16 outubro (16h) . espetáculo Quizoola! de Forced Entertainment . mala voadora

“Qual é a capital de Espanha? Porque é que as pessoas têm medo de morrer? O que é uma árvore? O John Wayne era mesmo valente? O teu louro é natural?”

Ver mais
UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Leituras no Mosteiro

UMA FAMÍLIA INGLESA 2016 . Leituras no Mosteiro 2016

11 outubro (21h) . Leituras no Mosteiro . em parceria com o Teatro Nacional São João, Porto

A mala voadora associa-se ao Teatro Nacional São João (TNSJ) na promoção de uma sessão especial das Leituras no Mosteiro, iniciativa emblemática da programação do TNSJ, com coordenação de Nuno M. Cardoso e Paula Braga.

Ver mais
Queer Porto 2 . Meeting Point @mala voadora

Queer Porto 2 . Meeting Point @mala voadora 2016

5-9 outubro (16h30-20h30) . meeting point . mala voadora (Queer Porto 2)


Durante a segunda edição do Queer Porto - Festival Internacional de Cinema Queer, a malavoadora.porto, para além de acolher a master class, sessões de curtas e performances, será o Meeting Point do Festival.
De 5 a 9 de outubro, das 16h30 às 20h30, a Sala G (garagem) será o lugar onde pode viver o ambiente do Festival e ficar a conhecer os membros da equipa, convidados oficiais e outros amigos do evento.

 

 

Ver mais
Queer Porto 2 . SU8MARINO

Queer Porto 2 . SU8MARINO 2016

9 outubro (19h) . instalação/performance em work in progress SU8MARINO . mala voadora (Queer Porto 2)

A frase “Deus está morto” de Friedrich Nietzsche, reflete o agora, mergulhado na descrença pela humanidade.

 

Ver mais
Queer Porto 2 . Normcore Narratives

Queer Porto 2 . Normcore Narratives 2016

9 outubro (17h30) . sessão Normcore Narratives . mala voadora (Queer Porto 2)

O termo normcore, inicialmente utilizado para descrever uma subcultura baseada na apropriação artificial, consciente, das coisas banais e em uso comum, foi reformulado em 2013 pelo grupo de analistas de tendências americano K-HOLE no seu relatório Youth Mode: A Report on Freedom.

Ver mais
Queer Porto 2 . V, ou Finalmente a Casa Amarela

Queer Porto 2 . V, ou Finalmente a Casa Amarela 2016

8 outubro (17h30) . espetáculo V, ou Finalmente a Casa Amarela de Gonçalo C. Ferreiramala voadora  (Queer Porto 2)

Esta peça é uma construção performativa de um lugar a que o meu corpo possa pertencer, através de uma estrutura dramatúrgica semelhante a uma casa. Uma casa cujo centro é o próprio ato de a construir - retrospetivamente e ativamente. 

Ver mais
Queer Porto 2 . Masterclass New Queer Cinema (com Tom Kalin e Cheryl Dunye)

Queer Porto 2 . Masterclass New Queer Cinema (com Tom Kalin e Cheryl Dunye) 2016

7 outubro (11h) . masterclass New Queer Cinema com Tom Kalin e Cheryl Dunye . mala voadora (Queer Porto 2)

Dois dos nomes mais emblemáticos do movimento do New Queer Cinema que eclodiu nos EUA em inícios dos anos 1990, Cheryl Dunye e Tom Kalin estão no Queer Porto 2 para falarem não apenas da sua experiência na realização de The Watermelon Woman e Swoon, respetivamente, mas deste importante movimento artístico e da sua experiência nesses anos. 

Ver mais
Queer Porto 2 . In My Shorts

Queer Porto 2 . In My Shorts 2016

6-7 outubro (17h30) . competição In My Shorts . mala voadora (Queer Porto 2)

O IN MY SHORTS é a segunda secção competitiva do Queer Porto 2, dedicada a curtas-metragens realizadas no contexto curricular de escolas de cinema e audiovisual da região norte do país ou de artistas sediados na região norte, com menos de 30 anos. O Júri da Competição Oficial ficará responsável também pela escolha do Melhor Filme da Competição “In My Shorts”.

 



 

Ver mais
Queer Porto 2 . Velvet N'Goldmine

Queer Porto 2 . Velvet N'Goldmine 2016

5 outubro (17h30) . espetáculo Velvet N'Goldmine de Flávio Leihan . mala voadora (Queer Porto 2)

VELVET N' GOLDMINE é uma composição coreográfica construída como um solo de uma guitarra, é a trilogia de um corpo andrógino em prol da construção de um universo cada vez mais próximo de um clímax social, uma espécie de pós-apocalipse. Propõe uma nova abordagem sobre a identidade do corpo andrógino. Corpo andrógino universal. 

Ver mais
Dança da Crise ou Talvez Ele Pudesse Pensar Primeiro e Dançar Depois ou Como Fazer Coisas sem Dança ou Oldschool #40

Dança da Crise ou Talvez Ele Pudesse Pensar Primeiro e Dançar Depois ou Como Fazer Coisas sem Dança ou Oldschool #40 2016

29 setembro (22h)  . Dança da Crise ou Talvez Ele Pudesse Pensar Primeiro e Dançar Depois ou Como Fazer Coisas sem Dança ou Oldschool #40 de João dos Santos Martins . mala voadora 

uma CONFERÊNCIA-PERFORMANCE-INSTALAÇÃO de e com JOÃO DOS SANTOS MARTINS a convite de SUSANA POMBA no âmbito da 12ª edição do Circular Festival de Artes Performativas

 

Ver mais
Moçambique

Moçambique 2016

23 - 27 setembro . espetáculo Moçambique da mala voadora . Teatro Municipal Maria Matos, Lisboa

Jorge Andrade nasceu em Moçambique em 1973 e veio para Portugal com 4 anos, mas em Moçambique (o espetáculo) constrói uma biografia como se tivesse para lá voltado e tivesse lá vivido a sua vida. Para tornar credível esta história, impusemo-la à História do país. Jorge Andrade, produtor de concentrado de tomate, faz agora parte da História de Moçambique e, através dela, das suas vicissitudes políticas, da sua situação no contexto da Guerra Fria, das tramitações da economia internacional a que o país recém-independente foi sujeito.

Ver mais
O Declive e a Inclinação

O Declive e a Inclinação 2016

24 (22h) + 25 (18h) setembro . espetáculo O Declive e a Inclinação de Alexandre Pieroni Calado e João Ferro Martins . mala voadora

Duo de voz e percussão para sala com piso inclinado. Repetição sobre o absurdo, encruzilhada da paixão e da revolta. Desferir golpes de vista ao mito implacável, inactual: sisífico o espectáculo começa como acaba, duas vezes. De bom humor, está seco, pó, demasiado e suor.

Ver mais
projetos vencedores . Call for Art HAPPY TOGETHER 2016

projetos vencedores . Call for Art HAPPY TOGETHER 2016 2016

ANUNCIAMOS hoje os vencedores do Call for Art HAPPY TOGETHER organizado pela mala voadora, em parceria com o Fórum do Futuro/Câmara Municipal do Porto. A inauguração das quatro obras vencedoras do call for art realiza-se na malavoadora.porto, no dia 3 de Novembro, pelas 18.00, e contará com a presença dos dois conferencistas convidados, Samuel Fosso e Teddy Goitom.

 

Ver mais
HAPPY TOGETHER 2016 . Call for Art

HAPPY TOGETHER 2016 . Call for Art 2016

O programa HAPPY TOGETHER da mala voadora, em colaboração com o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto, está de regresso: a edição deste ano tem uma incidência particular sobre África e conta novamente com um call for art e duas conferências no âmbito do Fórum do Futuro – uma com o fotógrafo Samuel Fosso e a outra, com o cineasta e curador Teddy Goitom.

O call for art ocorre entre os dias 18 de julho e 8 de setembro e pretende dar lugar à seleção de quatro propostas para intervenções artísticas na malavoadora.porto, cada uma com direito a uma bolsa de execução no valor de 1200 euros.

 

Ver mais
Practicing Paradigm

Practicing Paradigm 2016

27  julho . filmagens/performance Practicing Paradigm de Dinis Machado . mala voadora
 
PRACTICING PARADIGM é uma versão do meu solo PARADIGM onde revisito a partitura deste trabalho retirando-lhe a cenografia, figurinos e objectos.
 
O solo original, PARADIGM, é um folklore ficcional futurista onde uma serie de danças e rituais acontecem em relação com uma cenografia e um figurino que alteram tanto a estrutura do corpo como do espaço, tornando-se parte estrutural da produção do movimento destas danças. 
 
Ver mais
PAPs de Dança e Teatro - Balleteatro

PAPs de Dança e Teatro - Balleteatro 2016

7 (21h30) e 8 (21h00)  julho . apresentações das PAPs de Dança e Teatro pelos alunos finalistas do Balleteatro . mala voadora 

A prova de aptidão profissional dos alunos do balleteatro constitui-se como um processo dinâmico de experimentação e criação resultante da pesquisa de novas soluções cénicas e perfomáticas, assim como dos conhecimentos teóricos e práticos adquiridos ao longo do seu percurso.

 

 

Ver mais
mala voadora 2017 .  abertura de candidaturas

mala voadora 2017 . abertura de candidaturas

Entre 2 e 20 de junho, está em aberto o período de apresentação de candidaturas para acolhimentos e residências artísticas na malavoadora.porto.

O concurso pretende selecionar dez projetos – cinco projetos na modalidade de acolhimentos e cinco na modalidade de residências artísticas – para integrarem a programação da malavoadora.porto em 2017.

A ambas as modalidades podem concorrer artistas e estruturas com sede no território nacional, independentemente da área artística da proposta e idade dos proponentes. As propostas podem assumir qualquer formato e são totalmente livres no que diz respeito ao tema, linguagem e públicos.



 

Ver mais
Visita à mala voadora por José Capela . Semana Acesso Cultura

Visita à mala voadora por José Capela . Semana Acesso Cultura 2016

18 junho (18h00-18h30) . visita à mala voadora com José Capela no âmbito da Semana Acesso Cultura . mala voadora 

No dia 18 de junho, sábado, entre as 18h00 e as 18h30, a malavoadora.porto estará de PORTAS ABERTAS para dar a conhecer o seu espaço no âmbito da Semana Acesso Cultura com visita guiada por Josá Capela. 

A entrada é livre mas sujeita a reserva obrigatória até o dia 16 de junho para reservas@malavoadora.pt

Ver mais
Minotauro

Minotauro 2016

7 a 12 junho . residência Minotauro de David Esteves e Jani Zhao . mala voadora 

Nenhum de nós queria contar uma história. Só queríamos dizer coisas. Coisas importantes. Coisas importantes para nós, para nós os dois. Coisas que fizessem sentido para os dois. Mas tem de haver uma história, disse ele. Tem sempre de haver uma história, senão são só palavras umas à frente das outras. Iam ser oito cenas mais um prólogo e um epílogo, e pelo meio nós contávamos a nossa história, como nos conhecemos, como chegámos até aqui. Era uma história dos dois.

Ver mais
THE TEMPEST™, amusement park

THE TEMPEST™, amusement park 2016

8 junho (21h) . exercício THE TEMPEST™, amusement park por Rogério Nuno Costa com os alunos do 2º ano do curso de Teatro da Universidade do Minho . mala voadora 

Transformar um clássico da literatura dramática numa experiência lúdica é quase a mesma coisa que filmar uma tempestade num copo d’água (de plástico, preferencialmente) e depois ampliar o resultado na tela do cinema. Este filme — que é de época porque acontece no futuro condicional — apresenta assim um problema de escala na forma de parque temático: todos os espetáculos são sempre sobre qualquer coisa, logo, não existe qualquer diferença epistemológica entre Arte e Entretenimento: indie e pop, juntos, perfazem agora um género só. 

 

Ver mais
Pirandello

Pirandello 2016

3 de junho (21h30) e 4 de junho (19h00) . espetáculo Pirandello da mala voadora . Teatro Municipal do Porto - Rivoli

Pirandello não é uma encenação de uma peça de Pirandello, nem uma biografia do escritor italiano, autor multifacetado e distinguido com um Prémio Nobel da Literatura em 1934. Contudo, Pirandello é uma biografia: a história de Mattia Pascal, tal como a inventou Pirandello, em 1904, no livro Ele Foi Mattia Pascal. Foi este romance que a mala voadora adaptou para teatro, para fazer um espetáculo chamado Pirandello

Ver mais
Festival DDD - Dias da Dança . Meeting Point

Festival DDD - Dias da Dança . Meeting Point 2016

28, 29 e 30 de abril + 5,6 e 7 de maio . Meeting Point . Festival DDD - Dias da Dança . mala voadora

No MEETING POINT vive-se o verdadeiro ambiente do Festival DDD - Dias da Dança. Situado em pleno coração da baixa do Porto, na malavoadora.porto, é  um espaço descontraído de encontro e de conversas entre artistas e criadores com o público. Um local onde é possível fazer uma refeição tardia e partilhar conhecimentos e reações aos trabalhos vistos durante o festival.

Ver mais
Kid as King

Kid as King

29 (18h30) e 30 (!5h) abril . espetáculo Kid As King  de Bruno Senune . mala voadora (Festival DDD - Dias da Dança)

No meu primeiro trabalho coreográfico, usei o conceito de "trash" como ferramenta recorrente de exploração para a criação de uma paisagem caótica de resíduos pessoais. A urgência em explorar o "trash", ou lixo, como lugar de memória, prende-se com a relação que estabeleço com a mesma: através de objetos concretos, muitos deles que, com o tempo, se transformam em lixo. 

Ver mais
Festival DDD - Dias da Dança . Festa de Abertura

Festival DDD - Dias da Dança . Festa de Abertura 2016

30 abril (22h-2h) . Festa de Abertura . Festival DDD - Dias da Dança . mala voadora

QUERIA ☆ MORTA

Duo de Bruno Cadinha e Gonçalo C. Ferreira, estreado na plataforma Rabbit Hole, que tenta criar DJSETs cuidadas e atentas a questões queer e LGBTI.

 

Ver mais
Op. 20, Acto I

Op. 20, Acto I 2016

6 (18h30) e 7 (15h) maio . espetáculo Op. 20, Acto I de Gonçalo C. Ferreira . mala voadora (Festival DDD - Dias da Dança)

No palco um lago holográfico e fumo. Surge ao longe uma revolta sonora, e com ela uma figura estranha em contraluz. Progressivamente percebemos que essa figura se transforma num fauno que habita este espaço ainda confuso e que nos esclarece o início da história. 


 

Ver mais
Prado de Fundo

Prado de Fundo 2016

9 (22h) + 10 (18h) abril . espetáculo Prado de Fundo de SillySeason . mala voadora


"Prado de Fundo" pretende questionar a infalibilidade da memória e da documentação no ato teatral. É a revelação dos cantos da fotografia que ficam escondidos pela moldura. Será algo menos real porque não o vemos?

Ver mais
50 Toneladas

50 Toneladas 2016

2 (22h) e 3 (18h) abril . espetáculo 50 Toneladas de Carlota Lagido . mala voadora

A cor preto tem 50 tons reconhecíveis. Comporta uma série de apropriações simbólicas que se foram transformando e tomando diferentes significados ao longo dos tempos. É uma cor de adjetivações antagónicas. É a cor do vácuo. É também a cor do princípio de tudo.

Ver mais
Ensaio para uma cartografia (ou os sete pecados)

Ensaio para uma cartografia (ou os sete pecados) 2016

19 (22h) + 20 (18h) março . espetáculo Ensaio para uma cartografia (ou os sete pecados) de Mónica Calle . mala voadora

Sete espetáculos diferentes em sete regiões, que pretendem questionar as possibilidades de pensar um país através da criação artística e criar desta forma uma cartografia alternativa.

 

Ver mais
Santos e Pecadores

Santos e Pecadores 2016

12 (22h) + 13 (18h) . espetáculo Santos e Pecadores de André Murraças . mala voadora 

Em "Santos e Pecadores", o autor cruza dois universos: o dos santos e o dos atores pornográficos. Que vidas têm para além do altar e do cinema aqueles que a isso se dedicaram de corpo e alma?

 

Ver mais
Universos Paralelos

Universos Paralelos 2016

11 e 12 março . espectáculo Universos Paralelos da mala voadora . Teatro Virgínia (Torres Novas)

Universos paralelos é um espetáculo de ficção científica. É o primeiro dia de trabalho de três seguranças numa empresa. Começam, como é seu dever, a visionar tudo o que se passa através de câmaras de vigilância. O chefe de segurança desaparece misteriosamente: primeiro da empresa, depois da memória de todos e, por fim, das próprias imagens captadas pelas câmaras de vigilância.

Ver mais
Alla Prima

Alla Prima 2016

5 (22h) + 6 (18h) março . espetáculo Alla Prima de Tiago Cadete . mala voadora 

O corpo humano, essa espécie de unidade fundamental da produção de imagens no Ocidente, é tanto o enfoque de sua pesquisa enquanto colecionador de imagens, como o instrumento através do qual o próprio corpo do intérprete se colocará perante o público. O seu olhar diz respeito à construção e invenção do Brasil – quais seriam os movimentos e vozes do grande número de imagens que em mais de cinco séculos foram capazes de criar certas ideias sobre o que seria o Brasil, os brasileiros e a brasilidade?

 

Ver mais
Universos Paralelos

Universos Paralelos 2016

26 a 28 de fevereiro e 2 a 6 março . espetáculo Universos Paralelos da mala voadora . Teatro Nacional D. Maria II (Lisboa) 

Universos paralelos é um espetáculo de ficção científica. É o primeiro dia de trabalho de três seguranças numa empresa. Começam, como é seu dever, a visionar tudo o que se passa através de câmaras de vigilância. O chefe de segurança desaparece misteriosamente: primeiro da empresa, depois da memória de todos e, por fim, das próprias imagens captadas pelas câmaras de vigilância.

Ver mais
Masterclass com Trajal Harrell

Masterclass com Trajal Harrell

25 + 26 fevereiro . masterclass com Trajal Harrell (em parceria com Serralves). mala voadora 

A malavoadora.porto associa-se à Fundação de Serralves com o acolhimento da Masterclass com o coreógrafo americano Trajal Harrell, nos dias 25 e 26 de fevereiro. As sessões da Masterclass relacionam-se com a apresentação da peça JUDSON CHURCH IS RINGING IN HARLEM (MADE-TO-MEASURE) nas Galerias do Museu, em Serralves, no dia 27 de fevereiro.

 

Ver mais
SHOWBUSINESS . primeiro ciclo de trabalho

SHOWBUSINESS . primeiro ciclo de trabalho 2016

SHOWBUSINESS é um projeto artístico de intervenção social concebido pela mala voadora, em parceria com a Escola de Comércio do Porto e a A3S - Associação para o Empreendedorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Sector, e cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito do programa PARTIS - Práticas Artísticas para a Inclusão Social.

Ver mais
Plataforma Colon of Duty

Plataforma Colon of Duty 2016

30 (16:30) janeiro . plataforma artística Colon of Duty dos Rabbit Hole . malavoadora.porto

"Sexta-feira, dia 30 do dito mês de Janeiro do ano da Graça de 2016, às 16 horas mais ou menos, houvemos vista a ilha dos Trópicos de Cancro, segundo o dito de Nicolon Kidman, a pilota."

Ver mais
Uma Gaivota

Uma Gaivota 2016

18-25 janeiro . residência Uma Gaivota pela Estrutura . malavoadora.porto

“Uma Gaivota” resulta do convite dos criadores da Estrutura (Cátia Pinheiro e José Nunes) a Pedro Zegre Penim, para a criação de um espetáculo que tem como ponto de partida o clássico de Anton Tchekhov “A Gaivota” (1896). 

Ver mais
A Constituição

A Constituição 2016

11-17 janeiro . residência A Constituição  do Colectivo 84 . malavoadora.porto

Em A Constituição, Albano Jerónimo, Ágata Pinho, Miguel Moreira e Paulo Pinto são os heróis de uma nova sociedade, convidados a escrever uma nova Constituição, sendo que nenhum deles tem experiência na matéria. 

Ver mais
Waltz

Waltz 2016

9 (22h) + 10 (18h) janeiro . espetáculo Waltz da Voadora Compañía . malavoadora.porto

WALTZ é uma história que fala de amor e desamor, de paixões e ruturas, de vidas partilhadas e da recordação de amores perdidos.

Ver mais
Macha

Macha 2015

16 + 17 dezembro (22h) . espetáculo Macha de Mariana Tengner Barros / Ballet Contemporâneo do Norte . malavoadora.porto

À imoralidade desse gesto contemporâneo de refazer a História, re-começando (“de novo”) ou despertando (“outra vez”), MACHA confrontará o natural observável com o saber oculto, criando um espaço de tensão onde a Dança™, em vez de disciplina, será culto, magia e sublimação.

Ver mais
WEB 2.0  A obra de arte e imagem consumo na era digital

WEB 2.0 A obra de arte e imagem consumo na era digital 2015

5, 6, 12, 13, 16 e 17 dezembro . exposição WEB 2.0 A obra de arte e imagem consumo na era digital de António MV . malavoadora.porto

Uma obra de arte raramente acontece sem referências. Do mesmo modo uma imagem [de uma obra de arte] facilmente as perde quando atirada ao fosso infinito de dados/imagens de que é janela o browser. A renúncia forcada de estrutura de sentido a que estas se sujeitam pela velocidade do scroll, é comparável a uma cirurgia sem patologia. O córtex precisa de contexto. Por isso: uma pintura é uma pintura, uma escultura é uma escultura, uma imagem é uma imagem. 

Ver mais
Cápsula

Cápsula 2015

12 (22h) + 13 (18h) dezembro . espetáculo Cápsula de Rabbit Hole . malavoadora.porto

Ainda falta muito? Estamos quase? Quanto tempo falta para acabar? Em Cápsula, exploram-se as múltiplas facetas do que acaba. O fim inesperado. O fim que se anseia. O fim que não tarda em chegar, o fim que não é final e aquele que nunca mais vem. 

 

Ver mais
Terreno Selvagem

Terreno Selvagem 2015

30 novembro a 6 dezembro . residência Terreno Selvagem  de Miguel Castro Caldas, Pedro Gil e Raquel Castro

Uma sala confortável, mobilada com bom gosto mas sem luxo. Ao fundo à direita, a porta que conduz ao hall. À esquerda, a porta que dá para o escritório. Entre as duas, um piano. No centro da parede, uma janela. Perto da janela, uma mesa redonda com uma poltrona e um sofá. 

Ver mais
Uma Família Inglesa

Uma Família Inglesa 2015

27 e 28 novembro . programa Uma Família Inglesa da mala voadora . malavoadora.porto

Nos seus 12 anos de atividade, a mala voadora teve várias cocriações com artistas britânicos. Os Third Angel e Chris Thorpe ocupam um lugar tão especial que constituem mesmo uma família inglesa. Chegou o momento de os programar na mala voadora.porto. 

Ver mais
your best guess

your best guess 2015

26 novembro às 21h30 . espectáculo your best guess da mala voadora + Chris Thorpe . Teatro Académico Gil Vicente, Coimbra

Não podemos evitar viver no futuro: planificar atividades, comprar bilhetes de avião para as férias, organizar festas de aniversário, preparar candidaturas, enviar convites, fabricar T-shirts para digressões de bandas, cachecóis para vitórias de equipas de futebol, objetos comemorativos, bolos... – tudo suposições.

Ver mais
Baroque Musings

Baroque Musings 2015

9-15 novembro . residência Baroque Musings de António MV e Lotte van Gelder . malavoadora.porto

"The seagulls were quite loud this morning."

Ver mais
Happy Together

Happy Together 2015

7 + 8 novembro . Happy Together programa da mala voadora . mala voadora.porto

Happy Together é um programa concebido pela mala voadora que reúne a especulação teórica e a especulação artística em torno da ideia de “felicidade em comum”. 

Ver mais
Hamlet

Hamlet 2014

05 e 06 novembro às 21h30 . espectáculo Hamlet da mala voadora . Theatro Circo Braga

Hamlet partiu da versão da peça de Shakespeare que chegou até nós com o epíteto “mau quarto”. É uma peça cheia de teatro: a companhia de teatro incluída na narrativa, uma peça (falsamente!) citada dentro da peça, Hamlet encenador, um pai que encena a própria filha que se encena para o pai [...]

Ver mais
Hamlet, o príncipe da Dinamarca

Hamlet, o príncipe da Dinamarca 2014

28-30 outubro . oficina no âmbito do projecto Hamlet . São Luiz Teatro Municipal

oficina no âmbito do projecto ‘Hamlet’

“Toda a encenação é uma interpretação do texto, uma explicação do texto, só temos acesso à peça por intermédio desta leitura do encenador”

Patrice Pavis

Ver mais
Hamlet

Hamlet 2014

27 a 31 de outubro às 21h e 01 novembro às 17h30 . espectáculo Hamlet da mala voadora . São Luiz Teatro Municipal

Hamlet partiu da versão da peça de Shakespeare que chegou até nós com o epíteto “mau quarto”. É uma peça cheia de teatro: a companhia de teatro incluída na narrativa, uma peça (falsamente!) citada dentro da peça, Hamlet encenador, um pai que encena a própria filha que se encena para o pai [...]

Ver mais
Eurodance

Eurodance 2015

24 (22h) + 25 (18h) outubro . espetáculo Eurodance de Rogério Nuno Costa / BCN . mala voadora.porto

EURODANCE é uma hecatombe geopolítica e tecno-emocional, um counting down a 190 beats- per-minute em direcção ao Fim do Mundo, uma bad trip a bordo de um rave’ião Hamburgo/Ibiza com escala elíptica no Pará e aterragem de emergência para combustível em Luanda, uma droga psicotrópica também conhecida por AzeitegeistTM. 

Ver mais
Viúva, porém Honesta

Viúva, porém Honesta 2015

16 + 17 (22h) + 18 (18h) outubro . espetáculo Viúva, porém Honesta dos Magiluth . mala voadora.porto

Diretor de um jornal influente não consegue convencer sua filha única a deixar de velar seu marido, que morreu atropelado por uma carrocinha de picolé. O pai contrata uma ex-prostituta, um psicanalista e um otorrinolaringologista — todos charlatões — para dissuadir a filha do luto e querer se casar novamente. Como nenhum dos contratados achou uma solução para o caso, o jeito foi ressuscitar o morto para que ela, de apenas 15 anos, deixasse de ser viúva.

 

Ver mais
Happy Together . Call For Art

Happy Together . Call For Art 2015

Candidaturas até dia 08 de outubro

A mala voadora está a promover um concurso para intervenções artísticas no seu espaço de programação, no Porto, na Rua do Almada, nº 283. Este call for art é um convite da mala voadora à participação de jovens artistas no programa HAPPY TOGETHER, um programa que reúne, sem preocupações de natureza disciplinar, a especulação teórica e a especulação artística em torno da ideia de felicidade em comum.

Ver mais
Queer Porto 1

Queer Porto 1 2015

07 a 10 outubro . Queer Porto 1 . mala voadora.porto

 

Ver mais
in the fall the fox, e na queda raposar

in the fall the fox, e na queda raposar 2015

1 outubro (21:30) . performance in the fall the fox, e na queda raposar de Sónia Baptista . Circular Festival . mala voadora.porto

in the fall the fox, e na queda raposar é uma Performance em que a dimensão política e emocional da representação da identidade de uma pessoa, mulher, bicho, é revelada, analisada, procurada através de uma narrativa dramatúrgica pessoal, ou de uma nota biográfica que cristalizou um momento autobiográfico no tempo e o reconta, vulnerável. 

Ver mais
Festival

Festival

26 setembro às 22h . espectáculo Festival da mala voadora . Fábrica ASA

Festival é um espetáculo de ficção científica. A ação tem lugar num escritório, onde se pode entrar e sair por algumas portas. Neste escritório, encontram-se quatro pessoas a trabalhar. Dedicam-se à tarefa de imaginar o que poderá ser a vida depois da morte, e o seu profissionalismo passa pela sua capacidade especulativa (ideias como o Céu ou a reencarnação parecerão trabalho de inexperientes). Dedicam o seu tempo ao ainda-não-imaginado.

Ver mais
Impostor

Impostor 2015

24 e 25 setembro às 22h e 27 setembro às 18h . espectáculo Impostor do Projecto Ruínas . mala voadora.porto

No local de trabalho, três colaboradores disputam os pequenos poderes, subindo e descendo a escadinhas da hierarquia. Revelam-se entre os relatórios, os memorandos e o armário do economato, onde guardam as angústias das suas almas. 

Ver mais
Um Triste Ensaio Sobre a Beleza

Um Triste Ensaio Sobre a Beleza 2015

11-18 setembro . residência Um Triste Ensaio Sobre a Beleza de Mara Andrade . mala voadora.porto

This is my reality. I am always observing. I am always observing me observing the others. I am alone. Out. I’m unprotected.
I become the horizon. Actually, your unconscious horizon.
I am everywhere.Finally I’m not here.

 

Ver mais
uma cidade inteira dentro de uma sala

uma cidade inteira dentro de uma sala 2015

10 setembro . apresentação final do projecto Vitória 283 uma cidade inteira dentro de uma sala . mala voadora.porto 

Pode parecer que um tribunal e uma universidade não cabem numa sala, mas cabem. E ainda cabem também uma discoteca, um banco e um museu de autorretratos. 
Depois de dois anos a olhar para a cidade, a visitá-la, a fotografá-la, a filmá-la, a inventá-la... agora conseguimos trazê-la inteira para dentro da Sala H da mala voadora! Sem problema.

Ver mais
the Paradise project

the Paradise project 2014

08 a 30 agosto às 17h40 . Northern Stage at Summerhall, inserido na programação do Edinburgh Festival Fringe . espectáculo The Paradise Project da mala voadora + Third Angel 

mala voadora + Third Angel

Depois de what I heard about the world ter tido mais de 100 apresentações em países como Portugal, Reino Unido, Alemanha, Bósnia Herzegovina, Brasil, Finlândia, França, Grécia, Líbano, Polónia, e ainda antes de ir à Bélgica e aos Estados Unidos, a mala voadora (de Lisboa), e os Third Angel (de Sheffield), voltam a colaborar para fazer um novo espectáculo. Literalmente, um projecto. 

Ver mais