Português / English

mala voadora

White Rabbit, Red Rabbit . dezembro

White Rabbit, Red Rabbit é um blind date entre um texto de Nassim Soleimanpour e umx performer, que tem lugar em frente a um público. Impedido de sair do seu país, o dramaturgo iraniano escreveu um texto que pudesse ter a circulação que a ele lhe estava vedada e, para radicalizar a possibilidade de circulação, escreveu um texto que não precisa de cenário, nem de figurinos, nem de um elenco, nem de ensaios. Aliás, não pode ser ensaiado. Faz parte das regras do jogo que cada performer que execute o espetáculo não conheça o texto até ao momento em que, já em frente ao público, este lhe é entregue.

No dia 10 de cada mês, durante todo o ano de 2018, umx performer diferente irá fazer White Rabbit, Red Rabbit na mala voadora: Ana Deus, Gonçalo Waddington, João Pedro Mamede, João Pedro Vaz, Maria do Céu Ribeiro, Maria João Luís, Mónica Calle, Paula Sá Nogueira, Pedro Penim, Tiago Rodrigues, Tónan Quito, Vera Mantero, todos os meses anunciaremos quem será a seguir.

Em Dezembro: Gonçalo Waddington.

--

Com apoio da Câmara Municipal do Porto / CRIATÓRIO

© Imagem: Miguel Manso

Ficha

Gonçalo Waddington irá realizar a sua primeira longa-metragem PATRICK com a produtora O Som e a Fúria, com estreia prevista para 2019. Escreveu e encenou a primeira parte da tetralogia O Nosso Desporto Preferido, com o subtítulo Presente, estreada nos Festivais Alkantara '16 e FITEI '16. Escreveu e encenou a peça Albertine, O Continente Celeste, protagonizada por Carla Maciel e Tiago Rodrigues, numa coprodução do São Luiz Teatro Municipal e TNSJ/TeCA. Actor no filme As Mil e Uma Noites, de Miguel Gomes. Cocriador, com Carla Maciel, da peça MACBAIN, um texto original, escrito para os dois actores, pelo dramaturgo holandês Gerardjan Rijnders, estreada em Outubro de 2013 no Teatro Maria Matos e ainda em digressão. Cocriador e coargumentista da série ODISSEIA. Realizou, escreveu e produziu a curta-metragem IMACULADO, estreada no Festival IndieLisboa '13. Realizou e coproduziu a curta-metragem NENHUM NOME, coescrita com Marco Martins, estreada internacionalmente no Festival de Cine Las Palmas de Gran Canaria. A estreia nacional foi no IndieLisboa ’10, onde ganhou uma menção honrosa Prémio SIGNIS Árvore da Vida. Cocriou o espectáculo AT MOST MERE MINIMUM com Carla Maciel e a dupla de bailarinos e coreógrafos, Sofia Dias & Vítor Roriz. Protagonizou a série ATÉ AMANHÃ CAMARADAS de Joaquim Leitão e coprotagonizou a série NOITE SANGRENTA de Tiago Guedes e Frederico Serra. No cinema participou em ALICE de Marco Martins, COISA RUIM e ENTRE OS DEDOS de Tiago Guedes e Frederico Serra, YVONE KANE de Margarida Cardoso, MAL NASCIDA de João Canijo e protagonizou ÁGUAS MIL  de Ivo M. Ferreira. Encenou e protagonizou a peça ROSMERSHOLM, de Henrik Ibsen em Fevereiro de 2011. E em 2009, encenou e escreveu, com Tiago Rodrigues a peça O QUE SE LEVA DESTA VIDA.