Português / English

mala voadora

Robert Schenkkan em residência

Robert Schenkkan irá desenvolver uma residência de escrita na mala voadora, com o apoio do programa InResidence da Câmara Municipal do Porto. Durante esta residência, o escritor irá prosseguir vários dos seus projetos teatrais em desenvolvimento, incluindo uma adaptação contemporânea da peça The Trojan Woman, para o Public Theater (NYC), e uma nova peça sobre John Lynch para o New Southern Canon Project. O autor mostra-se, acima de tudo, entusiasmado com a possibilidade de uma colaboração com a mala voadora.

 

ROBERT SCHENKKAN é um ator e escritor americano conhecido sobretudo pelas suas peças históricas, que incluíram nomeadamente The Kentucky Cycle – uma série de peças curtas que ganhou um Prémio Pulitzer em 1992. Formado em Teatro pela Universidade do Texas (1975) e com um Master of Fine Arts em artes teatrais pela Universidade de Cornell, Ithaca, Nova Iorque, Schenkkan iniciou o seu percurso como ator durante os anos 90, tendo aparecido em produções teatrais, bem como em filmes e programas de televisão, incluindo Star Trek: The Next Generation e a série Santa Barbara. Teve também um papel como orientador escolar no filme Pump Up the Volume de 1990. Nessa altura, começou a concentrar-se principalmente na escrita. Adquiriu notoriedade com The Kentucky Cycle – uma série de nove peças curtas, cuja ação decorre entre 1775 e 1975 e que relata a vida de três famílias americanas: uma afro-americana, outra euro-americana e outra nativo-americana. A peça ganhou o Prémio Pulitzer de Teatro, antes ser premiada com o Prémio Tony na Broadway no ano seguinte.

As peças subsequentes de Schenkkan incluíram The Marriage of Miss Hollywood and King Neptune (2002), By the Waters of Babylon (2005), e Lewis and Clark Reach the Euphrates (2006). Também escreveu três peças para crianças (The Dream Thief, The Devil and Daniel Webster e A Single Shard), numerosas peças de um ato, e dois musicais (The Twelve e A Night at the Alhambra Café).

Em 2012, Schenkkan estreou uma peça de teatro sobre a vida de Johnson: All the Way. Estreou no Oregon Shakespeare Festival e oferece um retrato detalhado dos primeiros meses de Johnson na presidência, na sequência do assassinato do Presidente John F. Kennedy, e da sua luta inabalável para fazer passar a Lei dos Direitos Civis de Kennedy no Congresso dos EUA. Em 2014, a peça estreou-se na Broadway com Bryan Cranston no papel de Johnson. All the Way ganhou o Tony Award de melhor peça, bem como o Drama Desk Award, o Drama League Award, o Outer Critics Circle Award, e o Drama Critics’ Circle Award.

Schenkkan escreveu igualmente para o grande ecrã e para a televisão. Os seus créditos televisivos incluem o filme Crazy Horse (1996) e a minissérie HBO The Pacific (2010), a última das quais lhe valeu duas nomeações para o Emmy Award. Schenkkan adaptou mais tarde All the Way para a televisão em 2016, com Cranston a refazer o papel de Johnson. O trabalho cinematográfico de Schenkkan incluiu The Quiet American (2002) e Hacksaw Ridge (2016).

Agenda

13 de julho a 4 de setembro . mala voadora