Português / English

mala voadora

inFausto

Fausto, concebido em 2018 para comemorar os 25 anos do CCB, narrava a história de um espetáculo de ambição desmedida que não chegava a acontecer, mas absorvia uma boa parte do Orçamento de Estado e criava uma tragédia nacional – tudo permanentemente noticiado na televisão. Encenava-se também a tentativa de instalação de um poder populista, fracassada no final. Regressando à recepção polémica deste espetáculo, a mala voadora convidou Alex Cassal para escrever um monólogo para Jorge Andrade: inFausto. Se Fausto reunia cerca de 100 pessoas em palco, inFausto é um monólogo. Mas nem por isso a escala da intriga diminui. Pelo contrário. Fausto, descobriu-se, foi afinal alvo de uma maquiavélica conspiração internacional.

 

 

Ficha

direção Jorge Andrade, com assistência de Maria Jorge . texto Alex Cassal . com Jorge Andrade . vídeo António MV . cenografia e figurino José Capela . luz João Fonte e Jorge Andrade . sonoplastia Sérgio Delgado . direção técnica João Fonte . direção de produção Pedro Jordão . produção executiva Andreia Bento . assistente de produção e comunicação João Vaz Cunha . residência de coprodução O Espaço do Tempo . agradecimentos Centro Cultural de Belém, António Ribeiro, Isabel Rocha, João Pimentel, Patrícia Costa, Paula Cardoso e Paula Fonseca . A mala voadora é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal – Ministério da Cultura/Direção-Geral das Artes, e associada d'O Espaço do Tempo. E conta com o apoio da Fundação "la Caixa" e do BPI.

Agenda

3 de maio . 18h + 20h

4 de maio - 18h + 20h

Reservas: 934 152 264