Português / English

mala voadora

DigitACT

O PROGRAMA

DigitACTé um projeto transnacional ERASMUS + que visa intervir na situação pós-pandémica nas artes performativas. Especificamente, o projeto procura apoiar jovens profissionais e técnicos de artes performativas a adaptarem-se às necessidades de digitalização e evolução do seu campo como meio de estabelecer um caminho profissional sustentável e duradouro para eles e para o seu ecossistema de trabalho. Os dois pilares principais do projeto são acriação de competências digitais avançadas para a transmissão digital do seu trabalho eo desenvolvimentode competências pessoais de promoção digital. Os jovens actores e técnicos, que estão prestes a entrar no respetivo mercado de trabalho ou acabaram de entrar, enfrentam enormes dificuldades de adaptação a estas novas circunstâncias para as quais provavelmente não foram suficientemente formados nas suas escolas de teatro. Em muitos países, muitas peças de teatro foram transmitidas pela web com baixa qualidade, degradando a imagem do produto artístico e dos próprios artistas. Por outro lado, os jovens atores, que estão agora a tentar construir o seu perfil profissional, ou seja, sua presença na web (plataformas profissionais, portfólios digitais, espaços de networking digital, currículos digitais, vídeos de audições, autoapresentação em entrevistas / audições online) terão de atualizar as competências digitais como forma de potenciar as competências pessoais em marketing digital, potenciando assim o desenvolvimento da sua carreira. O projeto DigitACT responde às necessidades acima mencionadas, ajudando jovens atores e jovens técnicos a inserirem-se melhor no mercado de trabalho das artes performativas, que está a passar por uma transformação dramática. O projeto é realizado simultaneamente em 5 países da UE: Chipre, Grécia, Lituânia, Portugal, Itália. DigitACT é liderado pela organização MITOS (Chipre) e sua duração é de 24 meses a partir de maio de 2021.

 

OBJETIVOS

- Dotar jovens profissionais da área das artes performativas, nomeadamente atores / performers e técnicos, de competências digitais especializadas, de modo a permitir-lhes ajustar as suas metodologias de trabalho e resultados às condições pandémicas e melhorar a sua presença digital profissional como um meio de networking cibernético mais eficiente (alinhado com as prioridades da “Dimensão Económica” da Nova Agenda Europeia para a Cultura adotada pela Comissão Europeia em 2018)

- Incentivar a mobilidade (ou seja, a capacidade de estar virtualmente presente onde for necessário) dos jovens profissionais do setor cultural e eliminar os obstáculos à sua mobilidade, especialmente os impostos pela pandemia (“Dimensão Social” da Nova Agenda Europeia para a Cultura)

- Estimular a retenção de empregos, a criação de empregos, a progressão na carreira e a aprendizagem ao longo da vida para jovens profissionais das artes performativas

- Divulgar a mensagem da necessidade urgente de adaptação às novas condições do setor cultural e artístico e encorajar as partes interessadas a tomar iniciativas relevantes nos países parceiros.

- Apoiar a cultura como motor de desenvolvimento social e económico sustentável (“Dimensão Externa” da Nova Agenda Europeia para a Cultura)

- Promover a capacidade cultural de todos os europeus, disponibilizando um vasto leque de actividades culturais e proporcionando oportunidades de participação activa (“Dimensão Social” da Nova Agenda Europeia para a Cultura)

 

CONSÓRCIO

MITOS (Chipre)

CSI (Chipre)

mala voadora (Portugal)

REON (Grécia)

Teatro Pubblico Pugliese (Itália)

Artscape (Lituânia)

 

Este projeto é financiado pela Comissão Europeia no âmbito do programa Erasmus+