A capacitação digital tem sido considerada um fator fundamental de desenvolvimento, no que respeita designadamente à inserção no mercado de trabalho e à capacidade de comunicação em contextos coletivos e públicos. A mala voadora propõe-se atuar neste âmbito, criando para isso um programa de natureza formativa que considera a especificidade das artes performativas e estabelece uma relação direta com a atividade desenvolvida no seu edifício na Rua do Almada, no Porto. Os destinatários do programa PIX são os alunos e jovens profissionais da comunidade local que se inscrevem na área das artes performativas, para os quais se realizam workshops estruturados a partir do know-how específico, quer da mala voadora, quer de um conjunto de formadores convidados.

com a tundra, Filipe da Silva, Vaggelis Gettos, Tiago Ralha, João Fonte e José Capela produção Joana Mesquita Alves, Inês Soares Lopes and Sofia Freitas financiamento Câmara Municipal do Porto

datas

23 a 28 de outubro ‧ mala voadora