Português / English

mala voadora

Comunidade

Comunidade 2014

02 outubro . espectáculo Comunidade por Maria Duarte, Gonçalo Ferreira de Almeida e João Rodrigues no âmbito do Festival Circular . mala voadora.porto

"É um bicho poderoso, este, uma massa animal tentacular e voraz, adormecida agora, lançando em redor as suas pernas e braços, como um polvo, digo: um polvo excêntrico, sem cabeça central, sem ordenação certa (natural); um grande corpo disforme, respirando por várias bocas, repousando (abandonado) e dormindo, suspirando, gemendo. 

Ver mais
in the fall the fox, e na queda raposar

in the fall the fox, e na queda raposar 2015

1 outubro (21:30) . performance in the fall the fox, e na queda raposar de Sónia Baptista . Circular Festival . mala voadora.porto

in the fall the fox, e na queda raposar é uma Performance em que a dimensão política e emocional da representação da identidade de uma pessoa, mulher, bicho, é revelada, analisada, procurada através de uma narrativa dramatúrgica pessoal, ou de uma nota biográfica que cristalizou um momento autobiográfico no tempo e o reconta, vulnerável. 

Ver mais
Dança da Crise ou Talvez Ele Pudesse Pensar Primeiro e Dançar Depois ou Como Fazer Coisas sem Dança ou Oldschool #40

Dança da Crise ou Talvez Ele Pudesse Pensar Primeiro e Dançar Depois ou Como Fazer Coisas sem Dança ou Oldschool #40 2016

29 setembro (22h)  . Dança da Crise ou Talvez Ele Pudesse Pensar Primeiro e Dançar Depois ou Como Fazer Coisas sem Dança ou Oldschool #40 de João dos Santos Martins . mala voadora 

uma CONFERÊNCIA-PERFORMANCE-INSTALAÇÃO de e com JOÃO DOS SANTOS MARTINS a convite de SUSANA POMBA no âmbito da 12ª edição do Circular Festival de Artes Performativas

 

Ver mais
sim sim não não

sim sim não não 2017

28 setembro . espetáculo sim sim não não de João Rodrigues, Maria Duarte e Sílvia Figueiredo . Circular – Festival de Artes Performativas . mala voadora

"Se penso em alguém que conta uma história, imagino um grupo de pessoas amontoadas e, à volta delas, um vasto espaço... particularmente assustador... talvez estejam encostados à parede, talvez junto ao fogo, à lareira... algures, para mim, a história é um abrigo. [...] O contador de histórias está simultâneamente no centro, intimamente, e à distância no horizonte. Ele é o horizonte, com a história de um lado e, do outro, com o geral."




Ver mais