Português / English

mala voadora

Uma Família Inglesa 2018 . Story #1

16 de fevereiro . 22:00 + 17 de fevereiro . 18:00 . mala voadora

Story #1 é uma consideração reflexiva sobre a forma e o motivo por que construímos narrativas. Nesta primeira colaboração entre ambos, Greg Wohead e Rachel Mars estão interessados em explorar de que maneira pode o perigo atravessar a narrativa e cruzar-se com a ‘realidade’. Em televisão acontece tudo atrás de um ecrã. Em performance reconhecemos à partida que estamos todos juntos numa mesma sala e a ‘realidade’ - as fronteiras desse contrato, em tempo real e em constante mutação - apresenta perigos que vão muito além do conteúdo.

Prometemos não menos de 110 minutos.
Prometemos personagens fictícias reais.
Prometemos um guião.
Prometemos um twist-surpresa.
Prometemos uma rutura.
Prometemos um final.
Prometemos uma rutura.

Ficha Técnica

Rachel Mars é performer e escritora. O seu trabalho interroga as construções culturais e políticas idiossincráticas que influenciam a forma como nos relacionamos. Os seus projetos mais recentes têm-na visto atacar o humor - usando e abusando -, convidar jovens mulheres a partir em pedaços a cerâmica de rejeição do pai com um martelo e criar coros que cantam sobre inveja. Nos últimos anos, trabalhou com o apoio dos seguintes: The Royal Court, Ovalhouse, Fuel Theatre, The Wellcome Trust, Cambridge Junction, Playwrights’ Workshop (Montreal), Asylum Residency e The Orchard Project (Nova Iorque). Foi finalista do Prémio Oxford Samuel Beckett Theatre Trust de 2016 e é Artista Associada da Birkbeck University. Participa regularmente no programa ‘Pause for Thought’ da BCC Radio, onde finge que percebe de fé. 

Greg Wohead é um escritor, performer e live artist natural do Texas. Dedica-se sobretudo ao teatro, audio work e performances para um só espectador. Baseia-se num leque de referências e formatos muito alargado, que inclui autobiografia, found audio, cinema, reconstrução histórica e fanfiction. A sua digressão mais recente inclui Celebration, Florida, Comeback Special e The Ted Bundy Project. O seu trabalho tem sido apresentado em teatros e festivais no Reino Unido, Estados Unidos e Europa (por exemplo, Battersea Arts Centre, Bristol Old Vic, Ovalhouse, Mayfest, Northern Stage, BUZZCUT, The Yard, Forest Fringe, Bios (Atenas), LAX Festival (Los Angeles), Fusebox Festival (Austin) e ArtPower (San Diego).

Reserva de Bilhetes