Português / English

mala voadora

Terceira Via

 “Para uma nova ordem ética, estética, política, sociológica e filosófica global, a Terceira Via™ erradica a ética do gosto, a ambiguidade, a narrativa (des)instituída, a criatividade, a originalidade, a ironia, a tretologia, todos os coming backs, "trendsectarisms" e respectivos novos pretos, a gaseificação da arte, a solidificação industrial da mesma, o conceito genérico (logo, comercial) de "performatividade", a hipsterização das práticas artísticas (ou seja, a redução da arte, e do resto, à disciplina do Design), a responsabilização do espectador, o sistema de "castas", a relação do eu com o outro, a confusão secular entre Arte e Desporto (também conhecida por "medalhização" mediática do art-leta), a arte que se parece com arte e a que se parece com coisas que não são Arte e, de um modo geral, todas as práticas para-artísticas (da recepção à crítica, da produção à promoção) que se inscrevem em regimes de primeira ou de segunda via. Ou seja, a Terceira Via™ erradica o Século XX. E todos os séculos para trás. E todos os séculos para a frente. A Terceira Via™ também erradica o Presente — é quanticamente a-temporal, a-espacial, a-histórica e a-moral. Ou seja, a Terceira Via™ é a-estética, porque est(ética): o copo não está nem meio cheio nem meio vazio — é só um copo! A Terceira Via™ subscreve uma triplicidade céptica e desacreditada. Céptica e desacreditadamente.” in A Lei da Terceira Via™ (2013)

TERCEIRA VIA™ fecha o Ano Zero (biénio 2013/14) do macro-projecto Universidade/Yliopisto, uma plataforma multi-dimensional, meta-educacional e pós-humana que acontece entre dois extremos da €uropa: Portugal e Finlândia. Após duas residências de investigação (uma no Porto, outra em Helsínquia) durante o ano de 2013, TERCEIRA VIA™ é apresentada pela primeira vez no contexto do programa Cuidados Intensivos – Tempo e Fricção, comissariado por Joclécio Azevedo para o Circular/Festival de Artes Performativas de Vila do Conde. Os headquarters do “partido trans-universal, pós-dogmático e finlandizado” da TERCEIRA VIA™ são então instalados na Solar/Galeria de Arte Cinemática durante três semanas, disponibilizando-se atendimento e-personalizado e duracional a futuros simpatizantes do partido, em conjunto com três comícios onde a Neutralidade nórdica é apresentada como solução para a azeitificação crescente dos povos do Sul. Foram ainda apresemtadas duas conferências de imprensa em Lisboa (a primeira no Clube Ferroviário a convite dos SillySeason, a segunda na Galeria ZDB a convite da Rabbit Hole, em 2013 e 2014 respectivamente). TERCEIRA VIA™ regressa agora em 2015 para uma última limpeza ét(n)ica às cidades de Coimbra, Porto, Guimarães, Lisboa e Braga. As intervenções serão pela primeira vez difundidas via satélite para Helsínquia, e os espécimes eleitos para perpetuar a raça pós-Apocalipse serão teletransportados de imediato para a Terra Prometida, seguindo-se então o arranque oficial do Ano Um (biénio 2015/16) do projecto Universidade/Yliopisto, com o lançamento do primeiro número da revista-à-finlandesa Realpolitik™ (Setembro 2015).

TERCEIRA VIA™ propõe um saneamento est(ético), logo profil(árctico), da "doença mediterrânea" (em Latim: Azeitegeist™). Para assistir às conferências, solicita-se a apresentação de um qualquer elemento de identificação do tipo PIIGS e a leitura atenta das normas de higiene (ISO 1+1=3) contidas no seguinte link:

https://rogerionunocosta.wordpress.com/dogma/thirdway/

Ficha Técnica

concepção, texto, interpretação Rogério Nuno Costa . webstreaming Daniel Pinheiro . colaboração Cátia Pinheiro . fotografia/artwork António MV . participação especial Kirsi Poutanen . apoio a residências Núcleo de Experimentação Coreográfica + mala voadora.Porto, HIAP + Galleria Nunes (Helsínquia) + EIRA (Lisboa) . co-produção Circular Associação Cultural, Curtas Metragens CRL, Solar Galeria de Arte Cinemática, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian . acolhimentos Clube Ferroviário, Galeria ZDB, Teatro Académico Gil Vicente, mala voadora, DNA Lisboa, XL Art Space (Helsinki) . agradecimentos SillySeason, Rabbit Hole, Mickaël Oliveira, Colectivo 84, Teatro Praga, Joana Ribas, Mika Palo, Ana Fradique, Jaakko Kiljunen, Mika Christian Tissari, Eva Malainho, Toni Ledentsa, Diego Barros, Diana Bastos Niepce, Klaus Ittonen, Mickaël Oliveira, Cristiana Rocha, Ulla Janatuinen, Paulo Vasques, Plano Geométrico, José Nunes, Paulo Mendes, Pedro Penim, José Capela

Agenda

28-29 março 2015 . sábado às 21h30 e domingo às 17h . performance Terceira Viade Rogério Nuno Costa . mala voadora.porto