Português / English

mala voadora

Prado de Fundo

Comprei uma moldura. E só depois tirei a fotografia. É uma questão de confiança. Pode confiar-se numa moldura, já numa fotografia…

Partindo do universo d’O Cerejal, de Anton Tchekov, procuramos explorar a fotografia e o seu poder representativo apaziguador que prova desesperadamente a veracidade dos eventos vividos. Mesmo aqueles que não aconteceram.

"Prado de Fundo" pretende questionar a infalibilidade da memória e da documentação no ato teatral. É a revelação dos cantos da fotografia que ficam escondidos pela moldura.

Será algo menos real porque não o vemos?