Português / English

mala voadora

Huis Clos

Sem que nunca antes se tenham conhecido, Garcin, Inês e Estela são condenados a permanecer para sempre fechados numa mesma sala depois de mortos, e a não encontrar uns nos outros senão um eterna fonte de insatisfação. “O inferno são os outros”. Huis Clos é um exercício de equilibrismo entre apresentar o texto como uma obra de literatura que se basta a si mesma e diluí-lo numa “encenação”. Os actores representam sentados em cadeiras de sala de espera, limitando-se a trocar de lugar e a aguentar o calor dos projectores deliberadamente colocados demasiado perto de si.

Ficha Técnica

direcção Jorge Andrade . texto Jean-Paul Sartre . tradução mala voadora . com Anabela Almeida, Bernardo de Almeida, Jorge Andrade e Sílvia Filipe . cenografia José Capela . luz João d’Almeida . fotografia de cena José Carlos Duarte