Português / English

mala voadora

Festa de encerramento FITEI

Claiana é um projeto musical de Gui Lee que desde 2009 tem vindo a curto-circuitar os ritmos africanos com a música electronica a partir da cidade do Porto. “Claiana” é um termo criado pelo pai do Gui, para o Gui, quando este, ainda criança e ainda em Cabo Verde, cantava sem que se percebesse uma palavra. Gui Lee – uma alcunha fruto do seu fascínio pelo Bruce Lee – mantem intactas as premissas de pureza e simplicidade da música africana sendo as suas atuações sempre livres e autênticas celebrações da mestiçagem e da antropologia musical. Ar fresco, ritmos quentes, mornas, coladeiras, funaná, tabanca, batuque e tudo!

 

Puto Márcio é um ilustre craque da Tia Maria Produções, a viver em Loures depois de uma temporada no final da adolescência sediado em Rennes, na França. Depois de abandonar a crew 'DJs di puro ritmo' formou em 2012 o Tia Maria de raiz, convidando outros produtores que foi conhecendo online e cujo trabalho admirava, explicando-lhes o seu intuito de reunir um colectivo que partilhasse a mesma vontade de levar a labuta na música de forma mais comprometida. O grupo consolidou-se na formação actual, composta por ele, YudiFox, b.bOý, Télio e Lý-coOx, e viu o seu primeiro vinil 12'' lançado internacionalmente no Verão do ano passado pela editora Príncipe, intitulado 'Tá Tipo Já Não Vamos Morrer'. Recebido entusiasticamente à partida, o disco foi destacado com o lugar cimeiro na lista de final de ano 'Critical Beats' da revista Wire, numa altura em que Puto Márcio tocava em Lisboa no showcase da Príncipe no festival Vodafone Mexefest. Neste ano destacam-se as duas novas mixes online partilhadas, no soundcloud da Príncipe e para a revista austríaca A2larm, e fará parte da primeira mostra da Príncipe em Londres no Café Oto no final de Junho. 

Puto Anderson é um dos membros da Firma do Txiga, uma das crews mais jovens e pujantes a produzir música de dança electrónica autóctone da Grande Lisboa, que encompassa também NinOo, K30 e Wayne. Sediado no Bairro dos Fetais e ainda a acabar o liceu, este produtor inventivo e generoso é já também um DJ realizado, que conhece o arsenal que tem e entende sem hesitações como o partilhar com uma pista de dança. A Príncipe conta lançar o disco de estreia da Txiga antes do ano terminar, sendo que Anderson já viu editada a remistura para o tema "Black Mamba" da Capicua no novo disco "Medusa" da aclamada rapper portuense, e verá em breve o Tarraxo produzido a meias com NinOo, "Gravidez", no volume 2 da compilação Cargaa na Warp Records.