Português / English

mala voadora

Cápsula

Ainda falta muito? Estamos quase? Quanto tempo falta para acabar? Em Cápsula, exploram-se as múltiplas facetas do que acaba. O fim inesperado. O fim que se anseia. O fim que não tarda em chegar, o fim que não é final e aquele que nunca mais vem. Neste espectáculo estão três corpos, três presenças ofegantes que esperam. Ou que manipulam a espera para potenciar a ação. Como se o tempo fosse um jogo que, afinal, todos sabemos jogar.

Elegemos a ideia de fim como ponto de partida para esta criação. O que fazemos quando percebemos que o fim está próximo? Saber que tudo tem um fim e ter essa consciência de finitude faz com que os momentos apresentem, potencialmente, maios intensidade (...). A inevitabilidade do fim pode potenciar a aceitação ou a recusa do passado e a criação de novas possibilidade de futuro, processo cíclico na história e inerente à condição humana

 

Ficha Técnica

criação e interpretação João Estevens, Mafalda Jacinto, Mariana Vieira e Tiago Mansilha . música original Francisco Barahona e Manuel Leal Ramos . imagem André Picardo . vídeo Joana Sousa . produção Associação Cultural Rabbit Hole . apoios Fundação Calouste Gulbenkia, Rua das Gaivotas6, c.e.m – centro em movimento

Agenda

12 dezembro às 22h e 13 dezembro às 18h . malavoadora.porto

preço único: 5 euros

reservas@malavoadora.pt